LANCE!
06/10/2016
15:33
São Paulo (SP)

O Corinthians de 2015 foi o campeão brasileiro com a maior pontuação da história dos pontos corridos com 20 clubes: 81. A dez rodadas do fim (nove para Atlético-MG e Santos), Palmeiras, Flamengo, Galo e Peixe fazem contas, projeções e olham a tabela na busca pelo principal título nacional em 2016. A pontuação média dos campeões brasileiros desde 2006 é de 75,3. O Fla de 2009 é o ponto fora da curva, com a pior pontuação de um campeão: 67. Para projetar a reta final, no entanto, é importante também olhar o desempenho histórico dos vices. Clique nas imagens e veja como foi ano a ano desde 2006.

Nunca um vice-campeão brasileiro fez mais do que 72 pontos, casos de Grêmio, em 2008, e Atlético-MG, em 2012. Pelo retrospecto, há grande possibilidade de que o título seja garantido com pelo menos 73. Líder do Brasileirão com 57, o Palmeiras precisaria de mais 16 pontos para tal meta, o que significaria cinco vitórias e um empate. O Flamengo, vice-líder com 54, teria de buscar mais 19 pontos (seis vitórias e um empate). A conta do Atlético-MG, terceiro (53), seria mais apertada: seis vitórias e dois empates em nove rodadas. O Santos, hoje em quarto (51), quase que não poderia mais vacilar: sete vitórias e um empate.

Veja o que resta para cada um dos clubes. Diante da dificuldade das tabelas de cada um, o LANCE! fez projeções de resultados para que as equipes consigam pelo menos igualar os 73 pontos, pontuação teoricamente de campeão:

1º) Palmeiras - 57 pontos
​América-MG (fora) - vitória
Cruzeiro (casa) - vitória
Figueirense (fora) - empate
Sport (casa) - vitória
Santos (fora) - derrota
Internacional (casa) - vitória
Atlético-MG (fora) - derrota
Botafogo (casa) - vitória
Chapecoense (casa) - vitória
Vitória (fora) - empate
*Faria 77 pontos, cinco a mais do que o melhor vice da história. Chegaria à pontuação alta com 66,6% na reta final (menos do que os 67,8% atuais).

2º) Flamengo - 54 pontos
​Santa Cruz (casa) - vitória
Fluminense (fora) - empate
Internacional (fora) - empate
Corinthians (casa) - vitória
Atlético-MG (fora) - derrota
Botafogo (casa) - vitória
América-MG (fora) - vitória
Coritiba (casa) - vitória
Santos (casa) - vitória
Atlético-PR (fora) - derrota
*Faria 74 pontos, dois a mais do que o melhor vice da história. Chegaria à pontuação com 66,6% na reta final (mais do que os 64,2% atuais)

3º) Atlético-MG - 53 pontos
​América-MG (casa) - vitória
Botafogo (fora) - derrota
Figueirense (casa) - vitória
Flamengo (casa) - vitória
Coritiba (fora) - vitória
Palmeiras (casa) - vitória
Santa Cruz (fora) - vitória
São Paulo (casa) - vitória
Chapecoense (fora) - empate
*Faria 75 pontos, dois a mais do que o melhor vice da história. Chegaria à pontuação com 81,4% na reta final (muito acima dos 60,9% atuais)

4º) Santos - 51 pontos
​São Paulo (fora) - vitória
Grêmio (casa) - vitória
Chapecoense (fora) - vitória
Palmeiras (casa) - vitória
Ponte Preta (fora) - vitória
Vitória (casa) - vitória
Cruzeiro (fora) - empate
Flamengo (fora) - derrota
​América-MG (casa) - vitória
*Faria 73 pontos, um a mais do que o melhor vice da história. Chegaria à pontuação "mínima" com 81,4% na reta final (muito acima dos 58,6% atuais)