RADAR / LANCE!
20/09/2016
15:56
Rio de Janeiro (RJ) 

A temperatura do Brasileirão não está alta apenas nas buscas por título e pelas vagas do G4. As situações inusitadas puseram ainda mais "fogo" a esta 26ª rodada.

Teve apagão, treinador criticando torcedores, e até uma torcedora vestida de maneira mais... ousada. O LANCE! traça as curiosidades pelos gramados afora.

​LAMENTÁVEL...

O clima não foi dos mais agradáveis na Arena Corinthians. Irritados com o mau rendimento da equipe no clássico diante do Palmeiras, torcedores dirigiram ofensas ao presidente do Timão, Roberto de Andrade, e chegaram a entrar em conflito com policiais nas arquibancadas (em jogo com torcida única). Na súmula do revés por 2 a 0, o árbitro ainda apontou o uso de sinalizadores e de faixas de uma organizada proibida de entrar.

PAIXÃO? ESTAMPA NO PEITO!

O calor no Pacaembu fez uma torcedora do Flamengo expôs a paixão no corpo. Para enfrentar o sol forte na "matinê" do Pacaembu, teve até uma torcedora bem à vontade. Kamilla Barzagli deixou seus seios à mostra, cobertos apenas por uma pintura que remete a uma camisa do Rubro-Negro. A equipe fez 2 a 0 no Figueirense.

SUBINDO O TOM À MINEIRA

A tensão no clássico mineiro foi refletida nos ânimos de Robinho e Ábila. Devido a um impasse sobre um fair-play, os jogadores de Atlético-MG e Cruzeiro bateram boca asperamente e tiveram de ser apartados por seus respectivos companheiros de time no empate em 1 a 1 no Mineirão.

VAI QUE DÁ... LONGE


O Fluminense suava no duelo com o Grêmio quando Gustavo Scarpa deixou a bola à feição para Marquinho concluir. Só que o meia, na hora de finalizar... conseguiu mandar para as nuvens. Para seu alívio e da torcida, o Tricolor das Laranjeiras é quem sorriu com o 1 a 0 na Arena.

DERRAPADA NA CURVA

O goleiro Denis se preparava para sair da meta quando, no meio do caminho, sofreu um baita escorregão. A trapalhada involuntária custou caro: o Atlético-PR marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo.

 

OLHA O ALVO, RAPAZ...

A busca por rechaçar uma jogada quase custou caro a Douglas Grolli. Após cruzamento da esquerda, o defensor cabeceou para a própria rede e obrigou Aranha a fazer uma defesa dificílima, arrancando ao menos um empate em 2 a 2 com a Chapecoense fora de casa.

E AÍ, VÃO ENCARAR?


A bronca da torcida do Sport pelo mau rendimento contra o Coritiba trouxe reflexos em Oswaldo de Oliveira. Após a equipe sofrer o gol que custou a derrota por 1 a 0, o treinador teve um bate-boca forte com os torcedores na Ilha do Retiro.

É A CHANCE... DE FRUSTRAR TODO MUNDO

O Vitória tentava a todo custo furar o paredão do Botafogo quando, após Sidão e a defesa se superarem, a bola sobrou limpa para Zé Love. Só que o atacante, diante do gol aberto, mandou para longe, e a equipe perdeu por 1 a 0 no Barradão.

CHAMA QUE SE APAGA

Horas após o calor que assolou sua "matinê", o Pacaembu sentiu um forte contraste: além da chuva, a partida entre Santos e Santa Cruz foi interrompida por duas vezes por um apagão (uma no intervalo e outra aos 20 minutos do segundo tempo). Os torcedores santistas tiveram de esperar um atraso de 30 minutos para comemorar a vitória por 3 a 2.

DOENDO ANTES DA HORA

Nem tudo foi alívio na vitória do América-MG sobre o Internacional, no último jogo da rodada. O goleiro João Ricardo sentiu dores musculares durante o aquecimento e foi cortado antes de entrar em campo no Independência. Após meses no banco, Fernando Leal tornou-se novamente titular.