RADAR / LANCE!
16/08/2016
14:54
Rio de Janeiro (RJ)

O Segundo Turno iniciou com as mesmas promessas deixadas ao fim do primeiro ato do Brasileirão: muitas disputas acirradas, e idas e vindas especialmente na parte de cima da classificação. Porém, o inusitado continua a entrar em campo pelos gramados do país afora.

Ao final da 20ª rodada, o LANCE! enumera todas as curiosidades que marcaram os jogos da competição.

TORCEDOR 'ERRA' DE RUBRO-NEGRO

As arquibancadas da Arena Pernambuco acirraram a rivalidade entre os rubro-negros Sport e Flamengo. Um flamenguista foi "flagrado" em meio aos torcedores leoninos e, vestido em vermelho e preto com a camisa do clube carioca, teve de sair escoltado até o lado do Fla. Porém, não foi ele quem comemorou ao fim: o Sport ganhou por 1 a 0.


VOU PEG... QUER DIZER, IA PEGAR!

A noite não era de Thiago Rodrigues no Moisés Lucarelli. Ao tentar defender finalização de Wendel, da Ponte Preta, o goleiro do Figueirense viu a bola escorrer entre seus dedos e parar na rede, culminando no segundo gol do revés por 2 a 0 para a Macaca.

A PIPA DO VOVÔ NÃO SOBE MAIS...

Nem mesmo a vitória por 1 a 0 do Fluminense sobre o América-MG significou que bons ventos passavam por Wellington. No decorrer da partida, o atacante viu sua perna "se enroscar" com uma pipa que caíra no gramado do Kleber Andrade, em Cariacica (ES), e precisou de campo para se desfazer dela.

TÔ DE OLHO NOS SENHORES!

Os jogadores de Grêmio e Corinthians tiveram mais um motivo para caprichar no duelo da Arena. Em um dos camarotes, estava o técnico Tite, que na próxima semana anunciará seus convocados para as próximas partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

BAIXINHO ESTREANTE SE AGIGANTA

A prova de que Pisano quer se tornar grande no elenco do Santa Cruz foi dada logo em sua primeira partida. Recém-cedido pelo Cruzeiro, o estrangeiro ignorou seu 1,66m e, de cabeça, mandou para a rede o gol de empate da equipe pernambucana no empate em 2 a 2.  

PREPARA UM CHURRASCO AÍ!

O gol de Gustavo Henrique na vitória por 3 a 0 do Santos sobre o Atlético-MG rendeu uma comemoração bem saborosa. Após estufar a rede, o defensor direcionou-se a Dorival Júnior e celebrou como se estivesse manejando espetos, em referência ao fato do técnico pagar um churrasco a cada gol marcado na bola parada.

AS DORES DE UMA BATALHA

O empate em 2 a 2 entre Cruzeiro e Coritiba foi marcado por sofrimento para dois jogadores. Camisa 1 celeste, Fábio levou a pior em uma dividida com Kazim e saiu de campo com dores no joelho direito (no dia seguinte, foi comprovado que ele rompeu os ligamentos do local, e só volta a jogar em abril de 2017). Já o turco, após comemorar seu gol, caiu sentindo fortes dores e saiu de campo.

NÃO RENDEU NEM SORRISO AMARELO...

O uniforme alternativo do São Paulo acabou se tornando arma de protesto da torcida no Morumbi. Irritada com a postura em campo na derrota por 1 a 0 para o Botafogo, a torcida designou a equipe como "time amarelão".

LAMENTÁVEL...

Nem tudo foi motivo para celebrar na vitória por 1 a 0 do Palmeiras sobre o Atlético-PR. Um vídeo da TV Palmeiras flagrou um momento no qual Tchê Tchê foi chamado de "macaco" pela torcida do Furacão durante a partida na Arena da Baixada.

PARABÉNS PRO PAPAI!

O Dia dos Pais não passou em branco nem no jogo de segunda-feira na Arena Condá. No intervalo da partida entre Chapecoense e Internacional, o telão mostrou imagens de pais e filhos que torcem para a equipe catarinense, e saíram satisfeitos com a vitória por 1 a 0, com gol no finzinho.