Felippe Rocha
14/09/2016
21:42
Rio de Janeiro (RJ)

O Santos fez o gol com três minutos, teve apenas outras duas chances e foi pressionado o jogo todo. Porém, fez o suficiente para vencer o Botafogo, na Arena da Ilha, nesta quarta-feira. Com o resultado, o time paulista chegou a 42 pontos e agora é o terceiro colocado, enquanto o carioca vê a arrancada na tabela do Campeonato Brasileiro estagnar em 35.

A ideia do time da casa era propor o jogo. Mas numa dessas, Neilton recebeu passe forte, não conseguiu dominar bem e Zeca roubou-lhe a bola. O lateral-esquerdo avançou e, logo aos três minutos, o Alvinegro Praiano já vencia. Golaço, sem chances para Sidão.

O Glorioso continuou pressionando. Aos 18 minutos, Bruno Silva executou bom chute. Aos 20, Dudu Cearense jogou por cima uma chance clara. Era com cruzamentos que o Botafogo tentava. Mas Canales perdeu outra, aos 37. Dez minutos antes, Jean Mota chutou fraco num raro momento de alívio santista à pressão botafoguense.

Para a segunda etapa, o Santos continuou à espera, enquanto o time da casa continuava a pressionar, embora de forma menos desvairada. Neilton chutou aos nove, mas sem perigo para Vanderlei.

A partir dos 16 minutos, a partida virou uma trocação franca. Emerson cruzou e bola tomou a direção do gol. No minuto seguinte, Ricardo Oliveira desperdiçou contra-ataque perfeito; e, no contragolpe do contragolpe, Neilton ciscou para um lado, ciscou para o outro, e chutou muito perto da baliza visitante.

Camilo quase fez mais um golaço para a coleção, da entrada da área, mas Vanderlei foi buscar no ângulo, aos 29. No minuto seguinte, o mesmo camisa 10 caiu na área, e a torcida reclamou da não marcação de um possível pênalti pela segunda vez.

A reta final de jogo teve a mesma lógica de pressão e contra-ataque. Contudo, os jogadores botafoguenses não conseguiam se impor mais nem fisicamente. O cansaço era evidente. Nem quando o cruzamento chegou à pequena área, nem quando Sidão tentou de bicicleta, no último lance, a bola entrou.

Ao fim, os torcedores santistas comemoram, mas os botafoguenses aplaudiram o esforço que viram. 

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 1 SANTOS
Local: Arena Botafogo, Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora: 14/9/16 - 19h30
Árbitro: Paulo H Schleich Vollkopf (MS)
Auxiliares: Cicero Alessandro de Souza (MS) e Marcos dos Santos Brito (MS)
Público/renda: 11.283 pagantes / R$185.240,00
Cartões amarelos: Bruno Silva, Rodrigo Pimpão (Botafogo); Jean Mota (Santos)
Gol: Zeca, 3'/1ºT (0-1)

Botafogo: Sidão, Emerson (Rodrigo Pimpão - 23'/2ºT), Renan Fonseca, Emerson Silva e Victor Luís; Bruno Silva e Dudu Cearense (Leandrinho - 39'/2ºT); Neilton, Camilo e Diogo Barbosa; Canales (Vinicius Tanque - 31'/2ºT) - Técnico: Jair Ventura.

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz (Caju - 26'/2ºT), David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia e Renato; Jean Mota, Lucas Lima (Lucas Verissimo - 42'/2ºT) e Vitor Bueno (Yuri - 33'/2ºT); Ricardo Oliveira - Técnico: Dorival Júnior.