AtleticoPR x Botafogo (Foto:Geraldo Bubniak /AGB)

Furacão derrotou o Botafogo em casa (Foto:Geraldo Bubniak /AGB)

Vinicius Britto
29/08/2016
22:30
Curitiba (PR)

O Botafogo foi até Curitiba nesta segunda-feira para encerrar a 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, e saiu da Arena da Baixada com uma derrota por 1 a 0 contra o Atlético-PR. Pelo lado vencedor, Hernani, autor do gol, saiu com a maior nota, segundo a avaliação do LANCE!. Pelo Glorioso, Sidão e Luis Ricardo levaram as maiores notas. Para você, quem foi o destaque do Fogão?

ATLÉTICO-PR
6,5
Santos
Garantiu o triunfo na pressão do Bota no segundo tempo.

6,0
Léo
Subiu pouco e deu preferência ao combate à Neilton e Diogo Barbosa.

6,5
Paulo André
Segurança na bola aérea e fez alguns cortes providenciais.

6,0
Thiago Heleno
Apesar de pesado, acabou indo bem contra Sassá.

6,5
Nicolas
Assistência na cabeçada de Hernani e responsável pelos cruzamentos.

6,5
Otávio
Protegeu os dois zagueiros e não deu espaço aos meias alvinegros.

7,0
Hernani
Além de se desdobrar na marcação, subiu para garantir o triunfo.

5,5
Lucas Fernandes
Aberto nas pontas, foi pouco participativo na frente.

6,0
Pablo
Recompôs bem. Mas, na sua função como atacante, deixou a desejar.

5,0
Luan
Ocupou espaços, mas errou quase tudo pelo lado esquerdo do ataque.

5,5
André Lima
Não recebeu nenhuma bola limpa para poder finalizar. Isolado.

6,5
João Pedro
Entrou bem e obrigou Sidão a fazer duas grandes defesas no jogo.

5,5
Juninho
Com o time recuado, só contribuiu em prender a bola no ataque.


Marcão
Jogou cinco minutos apenas.

6,5
Paulo Autuori
Apesar de atacar pouco, seu time foi bem postado e aplicado na proposta de se fechar na defesa.

BOTAFOGO
6,5
SIDÃO
Fez duas defesas importantes no segundo tempo, que impossibilitaram um placar maior. Nada pode fazer no gol.

6,5
LUIS RICARDO
Foi o responsável pelas melhores jogadas ofensivas da equipe. Chegou com volume e qualidade no ataque.

5,5
RENAN FONSECA
Teve pouco trabalho. Mesmo assim, não transmitiu confiança nas bolas aéreas. De resto, não influenciou no placar.

6,0
EMERSON
Manteve a tranquilidade e o bom nível de exibição nesta sequência. Foi facilitado pela falta de volume do Atlético-PR.

5,0
DIOGO BARBOSA
Perdeu a bola na origem do escanteio do primeiro gol. O Atlético-PR jogou muito pelo seu lado, e acabou sofrendo.

6,0
AIRTON
Responsável pela saída de bola, não apareceu como o habitual. Em compensação, ocupou bem os espaços no meio

4,5
RODRIGO LINDOSO
Foi quem não subiu com Hernani no primeiro gol do Atlético. E ocupou mal os espaços pela esquerda. Pouco apareceu.

5,5
BRUNO SILVA
Altera momentos de boa participação com alguns lances desinteressados. Nessa gangorra, não fez a diferença.

5,0
CAMILO
Até se movimentou bastante, mas esteve muito abaixo na parte técnica. Erros na hora de concluir as triangulações.

6,0
NEILTON
Tanto no primeiro tempo, pela esquerda, quanto na etapa final, pela direita, foi bastante participativo. Nada além.

5,0
SASSÁ
Perdeu duas grandes oportunidades no primeiro tempo, sendo uma na pequena área. Acabaram fazendo falta.

5,0
SALGUEIRO
O uruguaio entrou fora do ritmo da partida, entrando lances bobos e não contribuindo com a produção ofensiva do Bota.

5,5
LEANDRINHO
Outro que não acrescentou o esperado. Muitos passes para os lados, mas não esteve incisivo. Quase não criou chances.

6,0
RODRIGO PIMPÃO
Apesar de ter sido o último a entrar, foi quem, de fato, criou chances. Finalizou para defesa importante de Santos.

6,0
JAIR VENTURA
O time teve um padrão e criou as melhores chances. Contudo, pecou na hora de criar e conseguir concluir a gol.