LANCE!
03/09/2016
18:54
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense derrotou o Figueirense por 3 a 2 no Estádio Giulite Coutinho, neste sábado, e a estrela de Magno Alves brilhou. O atacante saiu do banco no segundo tempo e marcou o gol que selou o triunfo tricolor. Porém, outros jogadores do Flu também se destacaram, como Wellington Silva, Renato Chaves, Cícero, Gustavo Scarpa e Wellington. Veja as notas do LANCE! para os dois times e seus técnicos. Vote também no melhor jogador do Flu na partida.


ATUAÇÕES > FLUMINENSE
Carlos Alberto Vieira (acarlos@lancenet.com.br)


6,0
Diego Cavalieri

Não teve trabalho algum no primeiro tempo. Na etapa final, sem culpa nos gols.

7,0
Wellington Silva

Seguro na defesa. Poderia ter aparecido mais no apoio ao ataque, pois sempre que avançou fez boas jogadas, como a que originou o terceiro gol.

6,5
Henrique
Embora não tenha vencido a disputa em todos os lances, esteve tranquilo na marcação aos lentos atacantes do Figueirense.

7,0
Renato Chaves

Muito bem colocado no desarme, aventurou-se muitas vezes ao ataque, criando boas jogadas e fazendo um gol. Mas falhou no gol de Nirley.

6,0
William Matheus

Bom na defesa. Outro que deveria ter aproveitado a fraqueza ofensiva do Figueirense para aproximar-se mais do ataque.

6,5
Pierre

Teve importante participação ao ficar preso na defesa e liberar Renato Chaves para aparecer na frente. Erradamente substituído no intervalo.

6,0
Douglas

Tentou distribuir as bolas e inverter jogadas. Fez o feijão com arroz. No segundo tempo atuou mais recuado e sofreu para segurar Carlos Alberto.

7,0
Cícero

Se movimentou, participou do segundo gol, quase fez um. Poderia buscar mais lances individuais. Mas saiu-se bem.

7,5
Gustavo Scarpa

Mandou em campo no primeiro tempo, distribuindo jogadas, caindo pelo flanco direito, fazendo gol, cobrando escanteios. Na etapa final seguiu sendo a referência ofensiva.

7,5
Wellington

Muito veloz e eficaz, foi o autor da jogada que originou o primeiro gol e sempre chamando a responsabilidade. Caiu de ritmo no segundo tempo.

4,5
Henrique Dourado

Teve vontade. Mas destoou. Errou passes e perdeu chances que poderiam ter feito o Flu chegar a goleada histórica. No segundo tempo sumiu.

5,5
Marquinhos

Entrou no lugar de Pierre. Mas a substituição foi péssima, pois abriu o Flu e fez o Figueira ganhar espaços, sendo que Marquinhos é um marcados mais ineficaz. No ataque, apareceu com perigo.

5,5
Marcos Junior

Entrou pouco inspirado.

7,0
Magno Alves

Estrela é isso. Entrou no "fogo" e na chance que teve fez o gol de uma vitória que estava escapando entre os dedos do time.

5,0
Técnico: Levir Culpi

Poderia ter pedido para os laterais se liberarem mais. Mas escalou bem o time no primeiro tempo. Na etapa final, fez uma substituição infeliz (Pierre por Marquinhos) que quase jogou uma vitória que se desenhava fácil pelo ralo e foi vaiado pela torcida. Mas justificou a fama de "burro com sorte" ao pôr Magno Alves e ver o Magnata garantir os três pontos.


ATUAÇÕES > FIGUEIRENSE
Carlos Alberto Vieira (acarlos@lancenet.com.br)


5,5
Gatito Fernández

Irregular. Boas defesas, péssimas saídas de bola.

5,5
Ayrton

Deficiente na marcação a Wellington e mal colocado nos cruzamentos. Como todo o time, cresceu na etapa final e cobrou a falta que originou o segundo gol.

5,5
Nirley

Muita dificuldade no jogo aéreo e na marcação direta. Cochilou nos três gols do Flu. Melhorou no segundo tempo e teve o mérito de fazer o segundo gol do Figueira.

4,0
Bruno Alves

Violento, nervoso e se confundindo com Nirley na marcação. O mais fraco do Figueirense, errando no posicionamento nos três gols do Fluminense.

4,5
Morassi

Facilmente envolvido por todos que caíram no setor esquerdo. Um pouco melhor no segundo tempo.

4,0
Renato

Não conseguiu fechar o miolo da defesa e saiu com 28 minutos.

5,0
Jackson Caucaia

Muito preso na marcação e sem qualidade na saída de bola. Um pouco melhor no segundo tempo.

4,0
Elvis

Nenhuma inspiração na criação. Bem substituído.

6,5
Carlos Alberto

Embora estivesse muito nervoso, foi quem mais criou e fez um golaço. O melhor do time.

4,0
Lins

Perdido na marcação. Figura muito apagada.

5,0
Rafael Moura

Um pouco mais produtivo em relação a Lins. Teve de sair da área para buscar a bola, mas sempre perigoso.

5,5
Jefferson

Ajudou a fechar a defesa e teve boa saída de bola.

6,0
Rafael Silva

Entrou e auxiliou Carlos Alberto na criação. Não pode ser reserva.

-
Ortega

Entrou no fim no lugar de Carlos Alberto e pouco fez.

5,0
Técnico: Tuca Guimarães

A defesa do Figueira estava desfalcada e suas escolhas não foram boas. No intervalo teve o mérito de mudar o comportamento do time e, enfim, recolocou Rafael Silva no time.