Chapecoense x Botafogo

Botafogo jogou bem e venceu a Chapecoense neste domingo em Chapecó (Foto: TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS)

Igor Siqueira
18/06/2017
18:48
Chapecó (SC)

O Botafogo voltou a mostrar força jogando longe do Rio de Janeiro e venceu a Chapecoense neste domingo, na Arena Condá. O placar de 2 a 0 evidenciou o bom desempenho coletivo e a estratégia eficiente do Glorioso. Desta forma, muitos jogadores receberam boas notas: Gatito Fernández, Bruno Silva, Rodrigo Pimpão e Roger estão nesta lista. Confira, a seguir, as notas do L!

CHAPECOENSE

6,5
Jandrei
Tomou dois gols, mas fez uma defesa “absurda” no segundo tempo.

6,5
Apodi
Foi o principal jogador do time. Criou a chance mais clara de gol.

4,5
Luiz Otávio
Deixou o time em apuros na falha que originou o segundo gol.

5,0
Victor Ramos
Em apuros nas bolas rápidas do Bota. Não “achou” Bruno Silva.

5,5
Reinaldo
Apesar da presença insistente no apoio ao ataque, errou muitos passes e cruzamentos.

5,0
Andrei Girotto
Proteção à zaga não foi boa. Perdeu os duelos no setor.

5,0
Luiz Antônio
Ficou devendo na marcação e na distribuição do jogo.

5,0
Seijas
Mais reclamou do que jogou. Acabou substituído.


Osman
Sentiu o joelho logo aos 9 minutos de jogo. Infelicidade.

5,0
Arthur Caíke
Não conseguiu achar os espaços pelas pontas. Pouco eficaz.

5,0
Wellington Paulista
Foi dominado pelos zagueiros alvinegros.

4,5
Niltinho
Entrou perdido, não fez o que o técnico pediu. Sacado na etapa final.

5,0
Túlio de Melo
Acertou nada. Entrou trombando e não levou perigo.

5,0
Neném
Entrou com muito sono.

5,5
Vagner Mancini
Time não fez valer o fator casa. Marcou mal e criou pouco.

BOTAFOGO

7,0
Gatito Fernández

Mais uma partida em alto nível. No primeiro tempo, fez uma defesa espetacular em chute de Apodi. Muito seguro. Levou cartão por cera.

6,5
Arnaldo

Sempre atento às investidas de Reinaldo. No segundo tempo, achou espaço e deu assistência para o gol de Pimpão.

6,5
Joel Carli

Muito seguro nas bolas pelo alto, sobretudo quando a Chape passou a apostar mais nas jogadas de força durante o segundo tempo.

6,5
Igor Rabello

Também fez um bom jogo, não perdendo duelos com os homens de frente da Chapecoense.

6,5
Victor Luís

Teve trabalho constante por causa da presença de Apodi pela ponta direita. Foi sacrificado. Nos duelos com Niltinho, levou a melhor sempre.

6,5
Rodrigo Lindoso

Levou um amarelo quando exagerou em falta no primeiro tempo, mas teve uma atuação muito lúcida, na proteção e na distribuição do jogo.

7,0
Bruno Silva

Teve um primeiro tempo “em chamas”, virando desafogo nas jogadas de ataque. Mais uma vez participou de um gol, agora com assistência.

6,5
Matheus Fernandes

Muito leal nos vários desarmes executados na partida, dando equilíbrio defensivo ao time e ajudando nas saídas rápidas.

6,0
João Paulo

Apesar da dedicação, poderia ter caprichado melhor em algumas jogadas. Mas o posicionamento foi fundamental para a superioridade do Bota.

7,0
Rodrigo Pimpão

Além de ter iniciado a jogada para o primeiro gol, escorou para marcar o segundo, contando com a falha do adversário.

7,0
Roger

Oportunista para abrir o placar, foi importante enquanto esteve em campo, apesar de não dar velocidade em contra-ataques.

6,0
Montillo

Entrou quando o time já tinha aberto vantagem. Ainda sem estar na plenitude física, limitou-se a tentar distribuir o jogo nos contra-ataques

6,0
Guilherme

Foi a campo já com o placar consolidado. Pouco acrescentou na reta final da partida.


Dudu Cearense

Entrou nos minutos finais.

7,0
Jair Ventura

Time teve atuação muito boa na parte defensiva, mesmo quando Apodi achou espaço. Na frente, aproveitou a chances e matou o jogo.