Russel Dias e Ana Canhedo
11/09/2016
18:24
Santos (SP) 

O Santos derrotou o Corinthians por 2 a 1, de virada, na Vila Belmiro, e encostou no rival na briga para voltar ao G4 do Brasileirão. O gol do triunfo saiu da cabeça de Renato, na parte final da partida. Com isso, o capitão do Peixe terminou como o melhor em campo. Do lado corintiano, Marlone foi o destaque. Confira as notas: 

SANTOS

6,5
VANDERLEI

Acionado constantemente para jogar com os pés, não sentiu a pressão. Sem culpa no gol de Marlone.

6,0
DANIEL GUEDES

Por causa de Lucca, ficou preso à marcação. Quando subiu, ajudou e ousou com dribles.

6,5
LUIZ FELIPE

Sem comprometer, não teve tanta segurança para sair jogando e procurou Vanderlei exageradamente.

6,0
GUSTAVO HENRIQUE

Sem medo de dar chutão, fez o que precisou para afastar o perigo da área santista.

6,0
ZECA

Deixou de acompanhar Marlone no gol sofrido, mas cresceu de forma surpreendente no segundo tempo.

7,5
RENATO

Errou mais do que está acostumado. Deixou a tática de lado, jogou com o coração e fez o gol da vitória.

6,0
THIAGO MAIA

Apareceu mais para sair jogando do que para marcar e desarmar. Sem destaque.

6,0
JEAN MOTA

Explorou pouco sua melhor característica: o chute de longa distância. Melhorou no segundo tempo.

7,0
VITOR BUENO

Discreto na maior parte do tempo, chamou a responsabilidade e converteu o pênalti do gol de empate. 

6,5
COPETE

Aproveitou pouco as chances criadas por seus companheiros. Cresceu junto com o time na segunda etapa.

6,5
RODRIGÃO

Ganhou todas pelo alto e ajudou a fazer o pivô. Não conseguiu finalizar como gostaria.

6,5
VECCHIO

Atuou mais recuado do que está acostumado. Soube distribuir passes com segurança e dinâmica.

6,0
CAJU

Entrou durante o segundo tempo e se destacou mais na marcação do que no apoio ofensivo.

6,5
WALTERSON

Entrou para acelerar a movimentação pelos lados e segurar a bola. Conseguiu fazer o combinado.

6,5
DORIVAL JÚNIOR

Acertou ao tirar Thiago Maia, colocar Vecchio e adiantar o time. Fez o que pôde para suprir os suspensos.

CORINTHIANS

6,0
CÁSSIO

Não teve culpa nos lances dos gols, fazia boa partida até então, sem grandes problemas embaixo das traves.

5,0
FAGNER

Abusou de faltas duras no campo de defesa e estava na marcação de Renato no segundo gol. À frente, colaborou bastante.

4,5
VILSON

Ganhou praticamente todas as bolas do ataque santista, mas fez pênalti bobo que prejudicou muito o Corinthians.

5,5
BALBUENA

Fazia boa partida até o Santos marcar o primeiro gol. Defesa passou a ficar acuada atrás e sofreu mais um gol

6,0
UENDEL

Deu bom cruzamento para Rodriguinho, tentou alguns lances no campo de ataque. Não teve problemas na marcação.

6,0
CAMACHO

Preocupado durante todo o jogo com a marcação e eficiente no que se propôs a fazer. Jogou bem recuado na Vila Belmiro.

6,5
RODRIGUINHO

Linda assistência para Marlone abrir o placar. Boa presença ofensiva e marcação consistente. Foi bem no jogo.

5,0
GIOVANNI AUGUSTO

Partida discreta do meia. Pouca presença ofensiva, ficou escondido na marcação no meio-campo. Colaborou pouco.

7,0
MARLONE

Autor do gol do Corinthians e autor também de ótimas jogadas no ataque. Fundamental para a equipe.

5,0
LUCCA

Discreto no ataque corintiano, teve uma chance de cabeça, mas não conseguiu fazer o gol. Partida apagada.

5,5
GUSTAVO

Não teve nenhuma chance clara de gol. Isolado no comando do ataque, tocou pouco na bola durante o jogo.

5,0
MARQUINHOS GABRIEL

Não conseguiu criar nenhuma jogada perigosa no ataque, exceto quando isolou a bola em chute. Também discreto.

5,5
WILLIANS

Entrou para dar solidez defensiva ao Timão, mas quase se atrapalhou no meio-campo e não conseguiu brecar o rival.

——
ROMERO

Jogou pouco tempo. Fica sem nota.

4,5
CRISTÓVÃO BORGES

Depois de arrumar o time com boas alterações na quarta-feira, errou na Vila Belmiro. Recuou o time e perdeu o jogo.