Alexandre Guariglia
11/09/2016
20:58
São Paulo (SP) 

Se Grêmio e Palmeiras não saíram do zero em Porto Alegre, parte considerável da responsabilidade foi do goleiro do Verdão, Jailson. Ele fez ao menos quatro defesas importantes e impediu que os donos da casa balançassem a rede. A atuação fez com que ele saísse como o melhor em campo: 

GRÊMIO 

6,5
MARCELO GROHE

Salvou o Grêmio em lance cara a cara com Rafael Marques.

6,0
EDILSON

Acertou um chutaço na trave, mas exagerou nas divididas.

6,0
PEDRO GEROMEL

Teve dificuldades para marcar Gabriel Jesus, mas se safou.

5,0
KANNEMAN

Levou um baile de Jesus e abusou da violência na defesa.

5,5
MARCELO OLIVEIRA

É limitado no ataque, mas eficiente na marcação

6,5
WALACE

Importante para impedir a criação do meio palmeirense. Cansou.

6,5
JAÍLSON

Teve liberdade para sair com a bola dominada para o ataque.

5,5
DOUGLAS

Criou algumas chances, mas esteve abaixo de sua média.

5,0
Pedro Rocha
Perdeu chance cara a cara com Jailson no primeiro tempo.

5,5
LUAN

Outro que esteve apagado e acabou perdendo boa chance de gol.

5,5
MILLER BOLAÑOS

Brigou, correu, levou vantagem, mas sumiu no segundo tempo.

5,5
RAMIRO 

Entrou apenas para renovar o fôlego da marcação defensiva.

5,5
GUILHERME 

Teve boa chance de cabeça e desperdiçou nos momentos finais.

5,5
BATISTA

Pouco apareceu na partida. Sua entrada não deu resultado.

5,5
ROGER MACHADO

Poderia ter sido mais ousado nas substituições.

PALMEIRAS

7,5
JAILSON

Fez pelo menos quatro grandes defesas. Em uma delas salvou de forma incrível lance de Pedro Rocha.

6,0
GABRIEL

Começou um pouco perdido no posicionamento, mas depois ajustou a marcação e não comprometeu. Partida correta.

6,0
EDU DRACENA

Outro que fez uma partida sem grandes lances, mas esteve correto no posicionamento nos contra-ataques do adversário. 

5,5
VITOR HUGO

Atabalhoado em certos momentos, deu sustos na torcida palmeirense, mas evoluiu no decorrer do duelo.

6,0
ZÉ ROBERTO

Como sempre, muito seguro e experiente nas antecipações, deixou um pouco a desejar nos passes e nas saídas de bola.

5,0
THIAGO SANTOS

Marca e desarma com eficiência, mas peca ao distribuir a bola no meio-campo. Chegou a atrapalhar e comprometer.

6,5
TCHÊ TCHÊ

Embora tenha ficado mais no campo de defesa, foi um dos poucos do Verdão que conseguiu sair com a bola no pé.

6,0
MOISÉS

Mais preso à marcação e à composição do meio-campo palmeirense, apareceu na frente para bater laterais.

5,5
RÓGER GUEDES

Foi uma boa saída em velocidade no primeiro tempo da partida. No segundo tempo foi discreto e, assim, substituído.

5,5
DUDU

Mais apagado do que de costume, não conseguiu sair da marcação. Teve a chance do jogo em seus pés.

7,0
GABRIEL JESUS

Apesar de não ter marcado seu gol, ganhou, sozinho, a grande maioria das jogadas contra a defesa do Grêmio.

5,0
CLEITON XAVIER

Pouco apareceu para jogar, partida de muita intensidade para seu perfil. Perdeu bolas no meio-campo e ficou abaixo.

5,5
BARRIOS 

Entrou para tentar segurar mais a bola no ataque e ganhar jogadas aéreas. Não conseguiu fazer muito mais do que isso.

5,5
RAFAEL MARQUES

Precisou substituir Gabriel Jesus, mas ficou mais preocupado em ajudar Gabriel na lateral direita. No fim, perdeu chance.

6,0
CUCA

Escalou um time para sair do Rio Grande do Sul com pelo menos um ponto. Foi feliz em sua empreitada.