Botafogo x Fluminense (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

Neilton fez o gol do jogo (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

Felippe Rocha
07/09/2016
19:21
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo recebeu o Fluminense nesta quarta-feira na Ilha do Governador, e saiu vitorioso do clássico. Herói do triunfo por 1 a 0, Neilton levou a maior nota, segundo a avaliação do LANCE!. Pelo lado do Tricolor, Magno Alves e Wellington foram os melhores. Vote aqui no destaque da partida.

BOTAFOGO
5,5
Sidão
Pouco exigido, deu um susto na torcida no lance da bola na trave e em outro cruzamento, já no final da partida.

6,5
Diego
Mais contido do que de costume, soube dosar o fôlego na medida certa para fazer um bom papel na marcação.

6,5
Carli
Apesar de ter tomado um cartão amarelo por reclamação, foi muito preciso nos desarmes e ajudou a saída de bola.

6,5
Emerson Silva
Assim como o companheiro, muito bem nas intervenções, apesar de ser mais lento do que a maioria dos adversários.

6,0
Diogo Barbosa
Apresentou a disposição de costume, não conseguiu ser efetivo pela lateral. Ajudou mais quando passou para o meio.

6,0
Airton
Um pouco mais discreto do que de costume, mas contribuiu para a organização do sistema defensivo alvinegro.

6,5
Bruno Silva
Mostrar exagero em alguns lances, mas foi ao ataque e foi importante ao dar a assistência para o gol de Neilton.

6,0
Dudu Cearense
Mais preciso nos passes do que Fernandes e Rodrigo Lindoso ou Fernandes. Porém, chega menos no apoio ao ataque.

6,5
Camilo
Teve dificuldade para superar a marcação e o gramado ruim. Ainda assim, colocou uma bola no travessão tricolor.

7,5
Neilton
Correu bastante, deu caneta e fez o gol salvador. No segundo tempo, ficou em campo, mesmo com problemas físicos.

6,0
Sassá
Algumas boas jogadas, um chute perigoso, mas não esteve em noite tão inspirada como em outros dias.

6,5
Victor Luis
Entrou no lugar de Airton, mas foi jogar na lateral-esquerda. Foi bem na marcação e fez uma falta intencional.

6,5
Marcelo
Apesar do pouco tempo em campo e fora da posição de origem, fez bons desarmes na estreia como profissional.


Vinícius Tanque
Entrou nos últimos minutos, já com o Botafogo encurralado. Sem tempo de mostrar suas virtudes.

7,0
Jair Ventura
Time organizado, deu poucos espaços. Substituições foram acertadas, apesar da pressão sofrida no segundo tempo.

FLUMINENSE
5,5
Diego Cavalieri
Não ficou muitos minutos em campo, mas teve uma saída ruim do gol pouco antes de precisar ser substituído.

5,5
Wellington Silva
Esteve quase sempre bem na marcação, mas não conseguiu ser produtivo no apoio ao ataque do Fluminense.

5,0
Gum
Travou duelo de muito agarra-agarra com Sassá e até levou a melhor, anulando o atacante. Mas não foi dos melhores.

4,5
Henrique
Apesar de o gramado da Arena Botafogo apresentar muitas falhas, cometeu erro indefensável no lance do gol.

5,0
William Matheus
Deu um chute na trave, mas não conseguiu manter a qualidade (no ataque e na marcação) durante o todo o jogo.

5,0
Pierre
Como de praxe, não ajudou na criação. Na marcação, mostrou certa rispidez em algumas jogadas.

6,0
Cícero
Deu chapéus, caneta, distribuiu bons passes e parecia que seria o dono do jogo. Mas caiu bastante de produção.

5,0
Edson
Entrou para dar mais força ao meio-campo, assim fez. Mas também além da conta, e sem acrescentar no apoio.

6,0
Gustavo Scarpa
É o mais incisivo do meio-campo, mas não esteve inspirado. Mesmo recuando por vezes, não foi feliz.

6,5
Wellington
Insinuante e perigoso do início ao fim do jogo. Apesar de não ter sido efetivo, fez da vida dos marcadores muito difícil.

5,0
Samuel
Tocou muito pouco na bola. Tentou sair da área, ajudar pelos lados, mas foi pouco produtivo mesmo assim.

5,5
Julio Cesar
Não teve culpa no gol, tomou uma bolada no rosto por culpa do gramado, mas foi bem, considerando o tempo inativo.

5,0
Douglas
Ajudou na saída de bola, mas também não foi efetivo o suficiente para a criação furar a marcação alvinegra.

6,5
Magno Alves
O faro de gol do veterano atacante é inegável. Com pouco tempo, quase fez um gol, mas o chute saiu mascado.

5,5
Levir Culpi
As surpresas na escalação não surtiram efeito. Precisou trocar o goleiro e o time não conseguiu furar a defesa.