Matheus Dantes e Marcio Porto
19/10/2017
00:06
Rio de Janeiro (RJ)

Um Tricolor ligado, outro lento... Assim, o Fluminense, com atuações de destaque de Scarpa, Sornoza e Henrique Dourado, principalmente, dominou o São Paulo, com várias atuações individuais abaixo da média e erros, e venceu por 3 a 1, no Maracanã. Confira as notas do LANCE!:

FLUMINENSE


6,5
Diego Cavalieri

No primeiro tempo, só foi ameaçado por Hernanes, que cobrou falta por cima da meta. Foi muito bem na saída do gol nas bolas cruzadas pelo rival e não teve culpa no gol.

6,0
Lucas
O lateral-direito fez uma apresentação regular. Ficou mais preso à marcação, mas, mesmo assim, o gol são-paulino saiu pelo lado direito. Quando foi ao ataque levou perigo.

7,0
Gum
Líder. Sua volta ao time e o reencontro do Flu com as vitórias ao mesmo tempo não é coincidência. O desvio que deu no gol do São Paulo não tira o valor de sua atuação.

6,5
Reginaldo
Teve mais dificuldade para acompanhar os atacantes do São Paulo, principalmente quando se afastou da área, mas não comprometeu.

6,5
Marlon
Foi bastante exigido na parte defensiva e correspondeu muito bem. Não foram poucos os ataques do São Paulo evitados pelo camisa 6.

6,5
Richard
Com bom posicionamento e personalidade para jogar, vai se firmando como titular. Não deu brecha para os armadores do São Paulo.

6,0
Douglas
Acabou sendo o mais discreto no meio-campo do Tricolor. Nas poucas vezes que rondou a área adversária, levou perigo a Sidão.

7,5
Sornoza
Fez sua melhor partida desde que se recuperou na cirurgia no pé esquerdo. Participativo desde o início, coroou a atuação com um gol.

7,0
Gustavo Scarpa
Boa apresentação do camisa 10, autor de grande jogada e assistência no segundo gol. Soube segurar a bola quando o time precisava respirar.

6,5
Marcos Júnior
Se movimentou e criou bons lances pela esquerda. Faltou finalizar melhor. Esforço foi reconhecido pela torcida, que o aplaudiu na saída.

8,0
Henrique Dourado
Vive uma fase espetacular. Além de ter marcado o 16º gol no Brasileirão, foi a referência tricolor, ganhando quase todas bolas disputadas no alto.

6,5
Mateus Norton
Entrou no lugar do exausto Sornoza no momento em que o São Paulo dominava o meio-campo. Deu sua contribuição na marcação.

7,0
Robinho
Entrou à vontade pelo lado esquerdo e selou a vitória no Maracanã. Sofreu o pênalti e bateu com categoria no canto esquerdo de Sidão.

6,0
Pedro
Entrou já nos minutos finais e a bola mal chegou aos seus pés. Fez o que tinha que fazer, pressionando os zagueiros adversários na saída de bola.

7,0
Téc: Abel Braga
Com a mesma base dos últimos jogos, time mostrou evolução. As substituições vieram um pouco tarde, mas resolveram o confronto.

SÃO PAULO

6,0
Sidão
Sem culpa nos gols, fez defesas importantes no primeiro tempo. Se o time está na situação que está, não é por sua culpa.

6,0
Militão
Mesmo não estando nos melhores dias, erra muito pouco e não deixa o time em perigo. Joga com tranquilidade.

6,0
Arboleda
Com simplicidade e segurança, segurou a onda pelo seu lado, ficando sozinho às vezes. Cometeu pênalti no fim, com jogo já decidido.

5,5
Rodrigo Caio
Sofreu falta de Gustavo Scarpa no lance do segundo gol, apesar de ter se projetado de maneira estranha. Abaixo do companheiro.

4,0
Júnior Tavares
Cometeu pênalti infantil no primeiro tempo, prejudicando o time. Demorou para se encontrar na marcação.

5,5
Petros
Ficou sem função do modo que o time jogou. Segurou demais a bola quando precisou armar por trás. Pode render mais.

4,5
Hernanes
Caiu de rendimento jogando mais recuado. Com passes que não costuma errar e pouco efetividade no ataque. O time precisa muito dele.

4,5
Lucas Fernandes
Garoto de muito potencial e talento, sofre para acompanhar marcação e cria pouco. Ainda não rendeu no time titular. Talvez o banco faça bem.

4,5
Cueva
Após atuação determinante na rodada passada, voltou a jogar mal, sem oferecer perigo, em jornada pouco inspirada.

5,0
Marcos Guilherme
Movimentou-se muito e errou pouco, mas sem oferecer perigo, distante do gol. É muito útil quando a velocidade se sobressai.

5,0
Pratto
Como sempre, procurou sair da área para abrir espaços, brigou, mas foi em vão. Time criou pouco e ele não teve chances.

6,0
Maicosuel
Tem melhorado fisicamente e passa a render mais. Não foi perigoso, mas deu mais consistência ao ataque. Participou do gol.

5,5
Thomaz
Discreto, tentou se aproximar do gol entre os zagueiros, mas foi contido fisicamente. Alterou pouco o patamar do ataque.

6,5
Shaylon
Garoto entrou bem, girando mais a bola perto da área. Como prêmio, anotou seu primeiro gol com a camisa do clube.

4,0
Téc: Dorival Júnior
Desorganizado, time quase não ofereceu riscos ao Flu. Deixou o time sem centroavante com dois gols atrás. Situação segue alarmante.