Bruno Cassucci e Matheus Dantas
16/06/2016
22:23
Brasília (DF)

No primeiro jogo do Corinhtians sem Tite, que vai para a Seleção Brasileira, o clube foi até Brasília para enfrentar o Fluminense, e perdeu por 1 a 0. O Tricolor foi mais eficiente e contou com gol de Cícero, que aproveitou rebote de pênalti que foi defendido por Cássio, que entrou no lugar do lesionado Walter. No Flu, o destaque foi a defesa. As maiores notas foram do goleiro Diego Cavalieri, do zagueiro Henrique, e do lateral-esquerdo Wellington Silva. Pelo lado do Timão, ninguém se destacou muito, mas os dois goleiros levaram boas notas, além de Fagner, Bruno Henrique e Guilherme. Yago, que foi expulso, foi o pior. E para você? Quem foi o melhor?

FLUMINENSE - MATHEUS DANTAS

7,0
Diego Cavalieri

Apesar do domínio, Corinthians não chegou muito à sua meta. Quando exigido fez boas defesas.

6,5
Jonathan

Começou bem o jogo, subindo com o apoio de Scarpa. Não teve problemas na marcação.

6,5
Gum

Atuação segura na bola aérea. Inseguro com a bola nos pés, não comprometeu o resultado final.

7,0
Henrique

Não teve dificuldades para anular Luciano da partida. Atacante rival não teve chances de marcar.

7,0
Wellington Silva

Bem na marcação, conteve as subidas de Fagner pela direita. Tímido na subida ao ataque.

5,5
Edson

Foi envolvido pela movimentação dos meias do Corinthians e ainda errou alguns passes.

6,0
Douglas

Desligado, perdeu bolas bobas na intermediária. Teve mais espaço e cresceu com a expulsão do Yago.

6,5
Cícero

Apagadíssimo na partida até sofrer o pênalti. Cobrou mal, mas teve tranquilidade para fazer no rebote.

6,5
Gustavo Scarpa

Atuação abaixo de sua média no Brasileirão. Mesmo assim, foi o mais criativo do meio-campo do Flu.

5,5
Marcos Junior

Participou mais da recomposição na defesa do que do ataque. Com um galo enorme, saiu no intervalo.

6,0
Richarlison

Já mostrou que não tem condições de ser o centroavante. Ao menos participou no lance do pênalti.

6,5
Maranhão

Entrou e puxou bons contra-ataques pela direita. Atrapalhou-se em alguns lances, por outro lado.

6,5
Magno Alves

Deu mais trabalho para a zaga rival, chegando a marcar um gol, mas estava em posição irregular.

6,0
Osvaldo

Também teve espaço para arrancar pelo lado esquerdo, mas não definiu as jogadas com sucesso.

7,0
Téc: Levir Culpi

Time vai bem na defesa, mas ainda deve no ataque. Com um a mais poderia ter ousado mais no jogo. Levou sufoco desnecessário no fim.

Fluminense x Corinthians
Torcida agradece Tite (Foto: Adalberto Marques/AGIF/Lancepress!)

CORINTHIANS - BRUNO CASSUCCI

6,0
Walter

Estava bem até dar azar e se machucar. Melhor lance foi uma saída nos pés de Marcos Júnior.

6,0
Fagner

Foi bastante ao ataque, tentou tabelas, mas errou cruzamentos. Eficiente na defesa, com desarmes.

3,0
Yago

Prejudicou a equipe. Chegou atrasado em alguns lances e vacilou no pênalti. Mereceu a expulsão.

5,5
Balbuena

De volta ao time, foi discreto. Sofreu com a velocidade dos atacantes do Flu em alguns lances.

5,5
Uendel

Apareceu com chute de longe no começo e se apresentou na frente. Porém, perdeu muitas bolas.

6,0
Bruno Henrique

Mesmo mais recuado do que vinha jogando, ajudou na saída de bola. Virou zagueiro no fim.

5,0
Elias

Muito discreto. Quando começou a aparecer mais na frente, se machucou e teve de deixar o jogo.

5,0
Giovanni Augusto

Embora muito esforçado, teve alto índice de erros. Falhou na maioria das jogadas que tentou.

6,5
Guilherme

Com bons passes e lançamentos, clareou jogadas e criou chances de gol. Deve ter saído por cansaço.

4,5
Marquinhos Gabriel

Outro que esteve muito abaixo do que pode. Perdeu ótima chance no primeiro tempo. Apagadíssimo.

5,0
Luciano

Segue sem marcar gols nesta temporada. Até se esforçou, mas quase não produziu nada.

5,5
Rodriguinho

Parado algumas vezes com falta, foi eficiente na marcação, mas não conseguiu criar no ataque.

6,5
Cássio

Entrou muito bem. Além de fazer defesa em pênalti de Cícero, realizou outras boas defesas.

6,0
Camacho

Fez sua estreia em momento delicado. Tentou ajudar na marcação e ainda chegar no ataque.

6,0
Téc: Fábio Carille

Manteve formação de Tite e foi prejudicado por lesões e expulsão. Ousou na última substituição.