Russel Dias e Alexandre Guariglia
29/10/2016
21:51
Santos (SP)

Poucas chances, faltas, marcação acirrada. Quem levou a melhor no clássico da Vila Belmiro foi Copete, em um momento de desatenção da defesa do Palmeiras. O atacante do Santos fez o gol da vitória por 1 a 0 e levou a melhor nota. Confira as atuações no clássico paulista da 33ª rodada:

SANTOS

7,0
Vanderlei

Encaixou a bola em chutes fortes e evitou que Jesus ficasse livre para finalizar após cruzamento.

6,5
Victor Ferraz

Apareceu no ataque quando o time precisou. Na defesa, soube ser frio diante de Dudu e Jesus.

6,0
Luiz Felipe

Vinha bem até se machucar. Apesar da lentidão por baixo, compensou pelo alto.

6,5
David Braz

Mais raça do que técnica, exatamente o que foi preciso no clássico. Boa atuação.

6,5
Zeca

Importante na saída de bola e em alguns momentos foi até válvula de escape da defesa.

7,5
Renato

Chegou perto de desequilibrar a partida para o Santos com passes e lançamentos primordiais.

6,5
Thiago Maia

Se recupera aos poucos de atuações ruins. Deixou de perder disputas leves e garantiu segurança.

6,0
Lucas Lima

Cometeu falhas questionáveis em passes curtos e não apareceu nos lançamentos. Foi bem marcado.

5,5
Jean Mota

Não apareceu bem nem com a bola rolando e nem na bola parada. Destaque negativo do Peixe.

7,5
Copete

Apesar do gol, não vinha bem e ganhava poucos lances na esquerda. Não conseguiu explorar sua velocidade.

6,5
Ricardo Oliveira

Se movimentou bem, mas não conseguiu ser achado pelos companheiros. Perdeu para Mina pelo alto.

5,5
Fabián Noguera

Ganhou muitas no alto, quase entregou por baixo em duas ocasiões.

6,0
Yuri

Entrou na vaga de Jean Mota para fechar o meio de campo e cumpriu bem a função.

6,0
Caju

No lugar de Copete, entrou para ser ala pela esquerda e para fechar o lado no fim do jogo.

6,5
Téc: Dorival Júnior

Usou o que tinha de melhor e conseguiu extrair o melhor do time. Sem opções no banco para mexer.

PALMEIRAS

5,5
Vinícius Silvestre

Estreante, começou o jogo um pouco nervoso, depois melhorou, acabou dando azar no lance do gol adversário.

5,0
Fabiano

Lento, levou passadas em suas costas muitas vezes, inclusive no gol santista. No ataque, desperdiçou posses de bola.

5,5
Mina

Ganhou todas as paradas quando a ameaça foi bola aérea. Deu alguns espaços e falhou nas saídas de bola.

5,5
Vitor Hugo

Outro que deu espaços no segundo tempo da partida, apesar de prevalecer sua habilidade no jogo aéreo.

6,0
Zé Roberto

Precisou ficar mais preso à marcação para neutralizar as descidas de Victor Ferraz. Teve êxito na função.

5,0
Jean

Afobado quando chegou ao ataque para concluir, teve atuação bem abaixo. Cobrou falta de forma grotesca.

6,5
Tchê Tchê

Cumpriu bem o papel na marcação no meio-campo e conseguiu clarear boas jogadas pelo setor.

6,5
Moisés

Comandou as ações do meio-campo palmeirense com bons lançamentos e aberturas de jogo, mas não foi decisivo.

4,5
Allione

Aposta de Cuca não deu certo. Argentino não conseguiu dar sequência na maioria dos lances que participou.

5,5
Dudu

Não jogou tão bem quanto se espera, teve duas boas chances para concluir, mas não tomou a melhor decisão.

5,5
Gabriel Jesus

Muito abaixo do que pode apresentar. Finalizou muito mal nas chances que teve e participou pouco das ações ofensivas

5,5
Leandro Pereira

Bastante discreto, substituiu Fabiano e não alterou o cenário da partida. Bola também não chegou da melhor maneira.

5,5
Cleiton Xavier

Outro que entrou para tentar mudar o jogo e não conseguiu fazer a diferença. Talvez tenha entrado tarde demais.

5,5
Rafael Marques

Mesma situação de Leandro Pereira. Entrou para explorar um tipo de jogada que não foi realizada.

5,0
Téc: Cuca

Apostou em Fabiano na direita e Allione no ataque, o que não deu certo. Pra completar demorou a mexer no time.