Ana Canhedo
06/11/2016
13:46
São Paulo (SP) 

O Santos conquistou uma vitória em Campinas que o coloca na briga pelo título brasileiro. E a virada só aconteceu por obra do garoto Léo Cittadini, que entrou no segundo tempo e participou diretamente do lance dos dois gols da vitória. Além dele, os atacantes Ricardo Oliveira e Copete se destacaram. Veja as notas: 

PONTE PRETA

6,5
ARANHA 

Evitou um placar maior do Santos com uma sequência de excelentes defesas no segundo tempo.

6,0
NINO PARAÍBA

Fez bom jogo, com chegada ao ataque e marcação segura.

5,5
ANTÔNIO CARLOS

Permitiu infiltrações do ataque santista.

6,0
DOUGLAS GROLLI

Foi muito eficiente durante quase todo o jogo. Caiu no fim.

5,0
REINALDO

Ineficaz pela esquerda. Não conseguiu acertar bons lances.

6,0
JOÃO VITOR 

Saiu antes do time desandar. Fez partida discreta.

7,0
WENDEL

Com ótima infiltração, protagonizou o lance do pênalti. Muito importante para o time, ajudou demais.

4,5
MAYCON

Errou praticamente tudo o que tentou na partida. Destoou no meio.

6,5
RHAYNER

Boas viradas de jogo e passes precisos. Deu assistência.

6,0
CLAYSON

Boa movimentação e viradas de jogo também. Importante.

6,5
POTTKER

Autor do gol de pênalti, ainda tentou bons lances no ataque.

5,5
ABUDA

Deu muito espaço no meio.

5,5
ELTON

Foi mal na marcação.

5,5
GALHARDO

Atuação muito discreta.

5,5
EDUARDO BAPTISTA

Alterações não surtiram o efeito desejado.

SANTOS 

6,5
VANDERLEI

Fez uma sequência de duas boas defesas no primeiro tempo. Não teve culpa no lance do gol, de pênalti. Partida na média do goleiro.

6,5
VICTOR FERRAZ

Protagonizou bons lances no ataque no primeiro tempo. Seguro na marcação. Na etapa final, ficou mais contido atrás.

4,0
DAVID BRAZ

Deu uma voadora em Wendel, cometendo o pênalti. Isolou ótima chance no primeiro tempo e perdeu outra no segundo.

6,0
NOGUERA

Partida na média do argentino. Não se destacou, mas também não atrapalhou o time atrás. Saiu no intervalo.

6,5
ZECA

Presença constante no campo de ataque, ajudou o time com bons lances pela esquerda. Tentou até pelo meio-campo.

6,0
THIAGO MAIA

Um pouco sonolento em alguns momentos. Melhorou junto com o time no segundo tempo e segurou a Ponte no meio.

6,0
RENATO

Errou passes fáceis, algo raro. No primeiro tempo, entretanto, havia feito bons lançamentos. Fica na média.

6,5
JEAN MOTA

Demorou a acertar nas bolas paradas, mas melhorou no segundo tempo e começou a levar perigo. Importante.

6,0
VITOR BUENO

Partida na média, perdeu um pouco de ritmo de jogo, mas fez alguns bons passes. Importante para o time no meio-campo.

7,5
COPETE

Raçudo e dedicado. Errou alguns chutes e domínios fáceis. Mas cresceu no fim. Deu assistência e fez gol. Importante.

7,0
RICARDO OLIVEIRA

Também cresceu na etapa final. Bem posicionado para marcar o gol no rebote. Importante para o time à frente.

7,0
YURI

Entrou para dar mais qualidade na saída de bola do Santos e conseguiu cumprir muito bem seu papel. Jogou improvisado.

8,5
LÉO CITTADINI

Participou diretamente dos dois gols do Santos. Entrou muito bem na partida e foi determinante para a vitória. Assistência.

6,5
ARTHUR GOMES

Entrou e mostrou personalidade. Tentou invertidas de bola e foi para cima da defesa da Ponte. Ajudou o time.

8,0
DORIVAL JÚNIOR

Observou bem a dinâmica do jogo e fez excelentes mudanças no time. Léo Cittadini entrou muito bem. Yuri também.