Palmeiras x Cruzeiro (Foto: Mauro Horita/Lancepress!)

Barrios comemora o gol de empate do Palmeiras(Foto: Mauro Horita/Lancepress!)

Lucas Srabko e Alexandre Guariglia
21/11/2015
22:25
São Paulo (SP) 


No empate entre Palmeiras e Cruzeiro, no Allianz Parque, o destaque ficou por conta dos autores dos gols. Marcus Vinicius, que abriu o placar para a Raposa, infernizou a zaga alviverde em boa parte da partida. Já Lucas Barrios, que começou no banco, entrou no segundo tempo, empatou o duelo e ainda teve chance de virar. Confira o desempenho de cada personagem do confronto:

6,0
FERNANDO PRASS

Bola chegou pouco em sua meta. Não fez defesas difíceis, tampouco teve culpa no gol.

3,5
JOÃO PEDRO

Jogo para apagar do currículo. Foi muito mal na marcação. Falhou bisonhamente no gol do Cruzeiro.

4,0
NATHAN

Mostrou-se nervoso e perdido em campo. Não conseguiu dar botes fáceis e deixou espaços livres.

5,0
LEANDRO ALMEIDA

Não teve atuação destacada – nem por qualidade ou defeito. Fez o que podia. Errou pouco.

6,5
EGÍDIO

Apesar de falhas na cobertura, demonstrou muita vontade. Deu a assistência no gol de Barrios.

6,0
THIAGO SANTOS

Tentou sair para o jogo com a bola nos pés. Na marcação, foi razoável, mas esteve na cola dos rivais.

5,0
AROUCA

Um dos únicos titulares, apareceu pouco. Deveria ter usado mais a experiência para organizar o time.

5,5
ALLIONE
​Começou o jogo bem, tentando armar a equipe, mas foi apagando no decorrer da partida.

6,0
KELVIN

Bem voluntarioso, correu bastante pelas pontas, tentou lances de efeito, mas poucos foram precisos.

5,0
MOUCHE

Poderia ter buscado mais o jogo. Pelas pontas, mostrou raça, mas pouquíssima efetividade.

5,0
CRISTALDO

Em um time fraco na criação, bola não chegou ao atacante, que também não foi atrás dela.

5,5
GABRIEL JESUS

Entrou para colocar fogo no jogo e deixou o Palmeiras seguir em uma temperatura bem morna.

6,5
BARRIOS

Sim, esse sim colocou fogo no jogo. Quando a bola chegou, deixou o seu com assinatura: de cabeça.


VITOR HUGO

Cumpriu espaço na zaga. Não comprometeu no pouco tempo em que esteve em campo.

4,5
MARCELO OLIVEIRA

Colocou em campo um time sem liga alguma. As substituições, taticamente, não mudaram nada.



CRUZEIRO - reportagem-sp@lancenet.com.br
 
​6,0
FÁBIO
Beneficiado pela ineficiência do ataque adversário no primeiro tempo. Sem culpa no gol.

5,5
CEARÁ
O cruzamento do gol adversário saiu pelo seu lado, antes estava seguro na defesa e no ataque.

5,0
BRUNO RODRIGO
Gol do Palmeiras por falha de sua marcação na bola aérea. De resto, se atrapalhou em algumas bolas.

6,0
MANOEL
Assim como o companheiro de zaga, teve algumas dificuldades, mas nada que alterasse o placar.

6,5
FABRÍCIO
Passou como quis por João Pedro quando desceu ao ataque. Na defesa, não foi atormentado

6,5
WILLIANS
Foi bem na marcação, quase não perdeu divididas e ainda deu assistência para gol

6,5
HENRIQUE
Comandou o meio da Raposa como sempre, passes precisos e segurança na marcação.

6,5
ARIEL CABRAL
Dá um toque de qualidade na saída de jogo cruzeirense. Maioria das jogadas passa pelos seus pés.

7,0
MARCOS VINICIUS
Infernizou a fraca defesa palmeirense com dribles e gol. Cansou no segundo tempo.

6,5
DE ARRASCAETA
Outro que soube explorar de com habilidade as falhas na zaga palmeirense, mas cansou.

6,0
WILLIAN
Apareceu menos do que seus companheiros de ataque, sumiu depois do intervalo.

5,0
ALISSON
Entrou no lugar de Marcos Vinicius, mas pouco fez para contribuir pelo desempate no segundo tempo

5,0
LEANDRO DAMIÃO
Outro que entrou e nada fez para alterar o placar. Substituiu o cansado Willian no ataque.

5,0
MARQUINHOS
Quando entrou parecia que daria mais velocidade, mas assim como os companheiros, pouco fez.

6,0
MANO MENEZES
Seu time deu um baile no primeiro tempo, mas cansou e cedeu o empate no segundo. Foi expulso.