Olga Bagattini e Léo Saueia
08/09/2016
23:50
São Paulo (SP) 

No triunfo sobre o Santos, os dois melhores jogadores do Inter foram justamente os autores dos gols da virada: Seijas e Aylon. Do lado do Peixe, Ricardo Oliveira e Vanderlei foram os destaques. Confira as notas:

INTER

6,5
DANILO FERNANDES 

Não teve culpa no gol do Santos. Fez boas defesas quando exigido.

6,0
WILLIAM 

Seguro na defesa. Subiu ao ataque, mas errou cruzamentos.


PAULÃO

Levou a pior em dividida com Ernando e saiu de maca no início do jogo.

5,5
ERNANDO

Furou em corte perigoso no 1 tempo e deu boa chance ao Peixe.

5,0
GEFERSON

Falhou e deu a bola para R. Oliveira marcar. Deu assistência.

6,5
FABINHO

Pressionou na marcação. Exagerou na força em algumas faltas.

5,5
ANSELMO

Substituiu Dourado. Abaixo do esperado, saiu no intervalo.

7,5
SEIJAS

Maestro, levou perigo e conseguiu abrir o placar com chute de fora.

6,0
VALDÍVIA

No início, parou na zaga santista. Melhorou no segundo tempo.

7,0
AYLON

Assustou com chegadas pelas duas pontas. Oportunista, fez gol da virada.

6,5
NICO LÓPEZ

Boa movimentação. Porém desperdiçou grandes oportunidades.

6,0
EDUARDO

Substituiu Paulão e não comprometeu. Seguro pelo alto e nos desarmes.

6,0
EDUARDO HENRIQUE

Soube lidar com a fogueira e ajudou o Inter a se organizar

6,5
ALEX

Experiente, entrou para preencher o meio e segurar o resultado.

7,0
CELSO ROTH

Aproveitou a peça a mais, mandou time para o ataque e findou jejum.

SANTOS

6,5
VANDERLEI

Sem nenhuma culpa nos dois gols, ainda fez ao menos três defesas espetaculares para evitar uma goleada.

5,0
VICTOR FERRAZ

Levou cartão logo no início e não encara o Corinthians. Pouco apareceu na linha de fundo ao longo do jogo.

5,0
LUIZ FELIPE

No lance do segundo gol, deixou Aylon livre debaixo da trave para apenas empurrar para o gol.

5,5
GUSTAVO HENRIQUE

Sem intenção, desviou a bola que enganou Vanderlei no primeiro gol. No restante do jogo, não comprometeu.

5,0
ZECA

Discreto do início ao fim. Mesmo com o time completo, não apareceu no ataque em nenhum lance perigoso.

5,0
LÉO CITTADINI

Com a função de ajudar na armação, não conseguiu produzir nada e depois foi forçado a conter os avanços do Inter.

5,5
RENATO

No primeiro tempo, deu bons passes e proteção à zaga. Na etapa final, ficou perdido como toda a equipe.

5,0
LUCAS LIMA

Participou do gol roubando a bola de Geferson, mas depois foi absurdamente expulso pela arbitragem. 

5,0
VITOR BUENO

Teve apenas uma oportunidade e cabeceou para fora. Depois, desapareceu do jogo e foi substituído.

6,0
COPETE

Aberto pela ponta esquerda, foi a principal válvula de escape após a expulsão, com velocidade e boa movimentação.

6,5
RICARDO OLIVEIRA

Mostrou a precisão habitual ao marcar na única chance que teve. Após a expulsão, pouco foi acionado na área.

6,0
JEAN MOTA

Entrou para corrigir buraco no meio de campo e foi bem. Na medida do possível, conseguiu armar algumas jogadas.

5,5
WALTERSON

Não foi nem de longe a estreia dos sonhos. Entrou na fogueira e não conseguiu criar chances pelas beiradas.


RODRIGÃO

Pouco tempo em campo. Sem nota.

5,5
DORIVAL JÚNIOR

Jogo estava igual até a expulsão de Lucas Lima. Depois, tentou buscar o gol de empate, mas sem sucesso.