Thiago Ferri e Guilherme Amaro
30/06/2016
21:44
São Paulo (SP) 

O Verdão goleou o Figueirense por 4 a 0, manteve os 100% de aproveitamento no Allianz no Brasileirão e é líder isolado. Na ótima atuação da equipe, os dois principais destaques foram  Moisés e Gabriel Jesus. O primeiro foi o artífice de boa parte das jogadas, enquanto o segundo fez dois gols e assumiu a artilharia, com nove gols, ultrapassando Grafite, do Santa Cruz. Confira as notas: 

PALMEIRAS

6,5
Fernando Prass

Na principal chance do Figueirense, fez boa defesa, ainda no primeiro tempo. Foi sempre seguro nas saídas da meta.

5,5
João Pedro

Começou muito mal, tendo dificuldade até para dominar. Cresceu à medida que os gols foram saindo e criou perigo.

6,5
Edu Dracena

Teve dificuldade em dois contra-ataques no início, mas depois ganhou todas. Importante também na saída de bola.

6,5
Vitor Hugo

Destacou-se pela força física, nas jogadas pelo alto e por baixo. Não deu espaço nas poucas investidas do Figueirense.

7,0
Zé Roberto

Subiu ao ataque constantemente – e jogou bem. Deu o passe para o terceiro gol do Verdão, e esbanjou técnica em campo.

6,5
Tchê Tchê

Além de ser aquele que mais deu passes certos, movimentou-se no campo todo e deu uma assistência.

8,0
Moisés

O melhor do time. Fez gol, iniciou as jogadas no campo de defesa, marcou bem, foi ao ataque...saiu cansado. Partidaça!

7,0
Róger Guedes

Destacou-se com velocidade pela direita e deu duas assistências. Pecou ao prender a bola em alguns momentos.

6,0
Cleiton Xavier

Não esteve no mesmo ritmo do restante do ataque e teve atuação discreta. Sofreu pênalti no segundo gol do Verdão.

7,5
Dudu

Foi o terceiro jogador que mais acertou passes no Verdão, fez gol, e participou das jogadas dos outros dois. Um dos destaques.

8,0
Gabriel Jesus

Em ótima fase, virou o artilheiro do Brasileiro e foi muito importante por soltar rápido a bola e desmontar o Figueira.

6,0
Matheus Sales

Substituiu o já cansado Moisés e não teve trabalho. Atuação discreta do volante na segunda etapa.

6,5
Barrios

Voltou após o problema com Cuca e correu muito. Acertou a rede pelo lado de fora e ainda criou a jogada do quarto gol.

6,0
Vitinho

Entrou no fim do jogo, mas teve tempo de mostrar vontade e aplicar dribles no meio-campo que empolgaram a torcida.

7,0
Cuca

Envolveu facilmente o rival e o time mostrou ótimo repertório no ataque. Atrás, pouco exigido. Outra vitória convincente.

FIGUEIRENSE 

6,0
Gatito

Não teve culpa nos gols e ainda fez duas boas defesas.

5,0
Ayrton

Terceiro gol saiu pelo seu setor. Levou perigo em cobrança de falta.

4,5
Marquinhos

Salvou em cima da linha, mas ficou perdido em vários lances.

4,0
Bruno Alves

Também não achou os atacantes palmeirenses e deu espaços.

4,5
Marquinhos Pedroso

Ficou exposto, e Palmeiras criou muito pelo seu setor.

4,0
Jackson Caucaia

Não conseguiu conter os avanços e teve de cometer faltas.

5,5
Ferrugem

Deu espaços, mas também desarmou e foi correto nas saídas de bola.

5,0
Bady

Criou pouco e perdeu bolas.

4,5
Ermel

Não conseguiu produzir e nem voltou para o segundo tempo.

6,5
Dudu

Foi o único que levou perigo, com jogadas individuais e finalização.

5,0
Rafael Moura

Sofreu com a falta de criação do time. Bola pouco chegou.

5,5
Yago

Tentou as jogadas em velocidade e sofreu faltas. Voltou para ajudar a marcar.

5,5
Jocinei

Entrou e não conseguiu mudar o panorama da partida.

5,5
Everton Santos

Outro que entrou e praticamente não acrescentou.

5,0
Vinícius Eutrópio

Figueirense deu muito espaço, não conseguiu atacar, e as substituições não surtiram efeito.