RADAR / LANCE!
25/10/2016
12:21
Rio de Janeiro (RJ)

O Brasileirão vai se encaminhando para suas últimas emoções, mas continua a trazer novas histórias para contar também fora de campo. E eis que, em meio a uma 32ª rodada que trouxe o velho problema de vandalismo manchando a reabertura do Maracanã, bons momentos também deixaram lembranças curiosas.

Entre pedido de casamento no Gre-Nal e comemoração de gol do adversário, o LANCE! traz o que rolou pelos campos afora.

ANOTARAM A PLACA?

A "quina" do Botafogo no Brasileirão veio com uma boa dose de preocupação. No início de partida contra o Santa Cruz, Bruno Silva trombou feio com João Paulo, a ponto dos dois jogadores ficarem caídos para ser atendidos no Arruda.

SINAIS DE DEMORA

O São Paulo viu sua torcida "segurar a audiência" para o segundo tempo do confronto com a Ponte Preta. Os sinalizadores da arquibancada do Morumbi foram tão fortes que atrasaram em três minutos e meio a volta da partida, vencida por 1 a 0 pelos são-paulinos.

É MALDIÇÃO?

A sina do Vitória nas cobranças de pênalti parece não ter ficado restrita à Ilha do Retiro. Encarregado de tirar o zero do placar no Barradão, Cárdenas foi mais um jogador a se frustrar na marca de cal. Na partida anterior, contra o Sport, Zé Love e Kieza desperdiçaram cobranças. A indignação com a má fase é tamanha que fez a torcida do Leão da Barra bradar "ão, ão, ão, Segunda Divisão".

É UMA VERGONHA!

Além do ótimo empate em 2 a 2 entre Flamengo e Corinthians, o reencontro do futebol brasileiro com o Maracanã ficará lembrado também por uma página infeliz. Baderneiros corintianos entraram em um forte conflito com PMs antes do jogo, rendendo novas cenas de tumulto. Ao final da partida, 64 deles foram detidos e 31 autuados.

HAJA CATIMBA...

A fome de mostrar serviço contra o ex-clube fez Emerson Sheik e Guerrero proporcionarem uma situação curiosíssima. Quando o goleiro corintiano Walter se preparava para repor a bola, os atacantes rubro-negros passaram em sua frente, com o nítido desejo de atrapalhá-lo. 

MEU RIVAL, MEU HERÓI

A batalha pelo título fez a torcida do Palmeiras comemorar efusivamente um gol do... Corinthians. Enquanto a equipe fazia sua parte no Allianz Parque no 2 a 1 diante do Sport, os palmeirenses vibravam com o 2 a 2 que os corintianos arrancaram no Maracanã. Mas "apreciaram com moderação": o Corinthians foi designado como "Visitante".

AMOR NOS TEMPOS DE CÓLERA

Em meio a um Gre-Nal em 0 a 0, com pouco futebol e briga generalizada, o amor entre adversários surgiu na Arena. No intervalo da partida, o gremista Felipe Roldo pediu a colorada Juliane Wimmer em casamento, selando um noivado em plena torcida mista do estádio.

RÁPIDO E RASTEIRO

A presença de Kleber Gladiador no duelo do Coritiba com o Fluminense durou três minutos. Foi o período do atacante entrar em campo e, após uma falta em Wellington Silva, soltar um palavrão e ser expulso pelo árbitro Raphael Claus, no empate em 1 a 1 no Couto Pereira. 

NÃO FOI PÊNALTI AQUI, NÃO!

A jogada em que Rafael Silva caiu na área e pediu pênalti no Independência rendeu bronca do Figueirense e também... de Victor! Após o lance, que gerou polêmica, o goleiro do Atlético-MG foi para cima do atacante adversário e gritou asperamente, durante o triunfo por 3 a 0.

DEIXA QUE É MINHA... NÃO, ESPERA

A tentativa da Chapecoense segurar a força do Santos se esvaiu em um lapso de Danilo. O goleiro saiu da meta completamente atabalhoado e abriu espaço para Lucas Lima estufar a rede, decretando a vitória por 1 a 0 na Arena Condá.

COMIGO NÃO TÁ!

O ambiente do América-MG teve um leve alívio ao final desta rodada. Com a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, no Independência, a equipe, depois de um longo e tenebroso inverno, passou o bastão da lanterna para o Santa Cruz.