Botafogo x Vasco

O Botafogo bateu o Vasco no primeiro turno do Brasileirão, por 3 a 1 (Jorge Rodrigues/Eleven)

RADAR / LANCE!
13/10/2017
14:34
Rio de Janeiro (RJ)

O clássico entre Vasco e Botafogo se notabilizou na história do futebol carioca por restringir sua rivalidade às quatro linhas. Prestes a ter mais uma edição, a partida válida pelo Brasileirão neste sábado, às 17h, ainda trará um marco simbólico para os cruz-maltinos: no Maracanã, a torcida voltará a estar nas arquibancadas como mandante.

Conhecido pelo epíteto de Clássico da Amizade, o embate parece ideal para o reencontro dos vascaínos com a equipe comandada por Zé Ricardo. De acordo com o historiador do futebol carioca Jefferson Gomes de Almeida, o clássico já vem sendo um marco desde a década de 1920:

- Embora o epíteto de Clássico da Amizade seja dos anos 2000, esta aproximação entre Botafogo e Vasco existe desde o amadorismo. Quando o Cruz-Maltino foi campeão carioca de 1923, muitos clubes da Primeira Divisão tentaram marginalizá-lo, por ter uma equipe formada por negros, mulatos e semi-analfabetos. Coube ao Botafogo ser o primeiro a se aliar ao Vasco - disse, ao LANCE!.

Jefferson Gomes ainda apontou que os botafoguenses chegaram a tomar uma postura forte nesta época:

- Na época da discussão entre o amadorismo e o profissionalismo, o Botafogo se uniu ao Vasco e ambos ajudaram na criação de uma liga mais voltada para profissionais e espaço mais democrático, em oposição a clubes como Flamengo, Fluminense, América e Bangu. 

Segundo o historiador, com o decorrer dos anos a união se estendeu às arquibancadas:

- A década de 1970, período em que as torcidas do Maracanã eram separadas por cordas, foi corriqueiro ver vascaínos e botafoguenses trocando bandeiras. A cada clássico entre as equipes, a bandeira do Vasco aparecia em meio ao setor destinado ao Botafogo, assim como a bandeira alvinegra estava em meio ao setor dos cruz-maltinos.

Esta amizade entre torcidas e a união nos bastidores segue até os dias de hoje. Diretorias de Vasco e Botafogo estão aliadas à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). Mas, no gramado, cada um lutará pelos três pontos.

O Glorioso, com 43 pontos, tenta se consolidar como forte candidato a uma das vagas da Libertadores. Já o Vasco busca afirmação para brigar "nas cabeças".

MOMENTOS DO CLÁSSICO DA AMIZADE


FUTEBOL AMADOR - Na década de 1920, um dirigente do Botafogo intercedeu pelo Vasco e melhorou sua relação com os outros clubes cariocas, que rejeitavam o Cruz-Maltino por colocar negros e analfabetos em suas equipes.


CRIAÇÃO DE LIGA - Em torno de uma briga entre profissionalismo e amadorismo no futebol carioca nos anos 1930, o Vasco se juntou ao Botafogo para criar a Federação Metropolitana de Desportos (FMD).

POSTURA EM RELAÇÃO À FERJ ATUALMENTE - Enquanto Flamengo e Fluminense têm desavenças com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Botafogo e Vasco mantêm um bom relacionamento e se tornaram aliados da entidade.