Internacional x Botafogo

Camilo foi decisivo em seu primeiro jogo pelo Botafogo, no Beira-Rio (Foto: Itamar Aguiar/Agencia LANCE!Press)

Vinícius Britto
12/10/2016
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

No dia 26 de junho, Camilo estreava pelo Botafogo. Contra o Internacional, o camisa 10 do Botafogo foi decisivo, marcou um belo gol e garantiu a vitória do time em pleno Beira-Rio. Agora, um turno depois de estrear, o meia comprova sua importância no time, que sai do Z4 para o sonho de jogar a Libertadores.

Nessas 19 rodadas, Camilo marcou seis gols e deu cinco assistências pelo time comandado por Jair Ventura. Os números ofensivos cresceram, quase que na mesma proporção que a evolução do Botafogo no Brasileirão. Com o que ele mesmo classifica como o melhor momento da carreira, o Alvinegro tem em seu camisa 10 a referência técnica e cabeça pensante do setor de meio-campo. 

Agora, o meia volta a enfrentar o time que foi sua vítima no primeiro turno. E a história de Camilo com o Inter é antiga. Na época de Chapecoense, Camilo se acostumou a marcar contra os gaúchos, como na histórica goleada de 5 a 0.

LANCE! lista cinco grandes momentos de Camilo no Glorioso:

1. Estreia de gala
Em seu primeiro jogo, deu assistência para o gol de Neilton e marcou em lindo chute de fora da área. Contribuiu na vitória por 3 a 2 dentro do Beira-Rio.


2. Identificação rápida
Por ter família botafoguense, o jogador logo caiu nas graças da torcida. Nas suas entrevistas, Camilo deixa claro esse lado alvinegro e lembra do carinho que tem pelo clube. O vínculo vai até 2018 e ele já falou em possível renovação.

3. Vai de bicicleta?
​Contra o Grêmio, na Ilha, Camilo marcou talvez o gol mais bonito da temporada do futebol brasileiro. Após cruzamento de Luis Ricardo pela direita, o camisa 10 acertou pela bicicleta no ângulo do goleiro gremista, que nada pode fazer.


4. Rei das assistências
​Além dos gols, Camilo se especializou nas assistências para os companheiros. Seja Pimpão, Salgueiro ou Bruno Silva. Alguns jogadores do elenco já se aproveitaram dos passes açucarados do camisa 10. Cinco assistências no ano.

5. Dono das bolas paradas
Com uma batida diferenciada na bola, Camilo se tornou o cobrador oficial de faltas e escanteios do Botafogo. Foi assim que ele marcou o seu único gol de falta pelo Glorioso: na Arena Condá, contra a Chapecoense, seu ex-clube.