Luis Henrique (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Luis Henrique foi um dos que entrou na segunda parte do coletivo do Glorioso (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Felippe Rocha
04/05/2016
11:48
Rio de Janeiro (RJ)

O início desta quarta-feira, em General Severiano, foi bastante movimentado. No primeiro dia de venda de ingressos para o segundo jogo da final do Campeonato Carioca, entre Botafogo e Vasco, as filas foram grandes na sede do clube. O mesmo se repetiu em outros pontos do Rio de Janeiro e de Niterói. Mas isso foi só do lado de fora, na bilheteria.

No gramado, o técnico Ricardo Gomes comandou um coletivo e teve, de cara, o desfalque de Gegê. O meia titular sentiu dores musculares e foi preservado. Ficou apenas na academia e, segundo o clube, não preocupa nem para o treino desta quinta-feira. Fernandes trabalhou no lugar dele.

O volante Airton voltou a treinar com o grupo após um mês, e ficou no time reserva. O meio-campista trabalhou com desenvoltura. A dúvida sobre quem seria o companheiro de Carli, que retorna ao time, na zaga, foi desfeita: Emerson Silva trabalhou o tempo todo pelo lado esquerdo.

Luis Henrique e Neilton foram testados no time titular na parte final da atividade. A estratégia parece ser para deixar a equipe mais ofensiva, visto que deixaram a equipe os meias Salgueiro e Leandro.

Desta forma, o time titular teve: Jefferson, Luis Ricardo, Carli, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Fernandes; Salgueiro (Luis Henrique) e Leandro (Neilton); Ribamar.

Na parte final da atividade, até o goleiro Jefferson treinou cobranças de pênalti. Vitória por um gol de diferença leva a decisão para as penalidades.