Carlos Eduardo Pereira (Foto:Vitor Silva / SSPress / Divulgação)

Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo (Foto:Vitor Silva / SSPress / Divulgação)

Paulo Victor Reis
03/01/2016
07:05
Rio de Janeiro (RJ)

Um torcedor do Botafogo, que já foi dirigente do clube, emprestou R$ 2,5 milhões à diretoria alvinegra para o pagamento de salários atrasados no clube. Com a quantia, o Glorioso quitou os débitos de novembro e parte do décimo terceiro, antes do Réveillon.

O LANCE! conversou com este torcedor descrito como um grande botafoguense pelo presidente Carlos Eduardo Pereira. O alvinegro é um velho conhecido da torcida, mas pediu para não ter o nome divulgado, em nome da discrição. 

- Se eu pudesse, ajudaria mais, pois o Carlos Eduardo, no meio de tantas dificuldades, está fazendo tudo certo. Eu ajudei desta vez, mas vários outros botafoguenses também já ajudaram o clube no passado - disse ao LANCE!.

O Glorioso vai devolver a quantia até meados do próximo mês. O clube está com algumas quantias bloqueadas na Justiça do Trabalho e ainda enfrenta muitas dificuldades financeiras.

No ano passado, o presidente Carlos Eduardo Pereira pagou do próprio bolso cerca de R$ 500 mil para quitar uma dívida do Glorioso.