Eduardo Barroca comanda o Sub-20 nessa Taça Guanabara

Barroca assumiu o comando do Sub-20 no meio do campeonato (Vitor Silva/SS Press/BFR)

Vinícius Britto
16/04/2016
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

Neste sábado, às 15h15, Botafogo e Fluminense se enfrentam no Caio Martins para saber o campeão da Taça Guanabara Sub-20. Após vencer o primeiro jogo da final, nas Laranjeiras, por 2 a 1 - com gols de Alison e Buchecha - o Alvinegro tem a vantagem de poder empatar para conquistar o título. Apesar disso, o técnico Eduardo Barroca afirmou que o time entrará em campo para vencer:

- É muito importante ressaltar que o nosso foco é em jogar bem, tentar ganhar o jogo e esquecer a vantagem que a gente adquiriu. Sabemos que vai ser um jogo equilibrado, esperamos usar essa vantagem somente no minuto final da partida. O nosso foco realmente é ter uma boa performance - disse o comandante ao site oficial do Botafogo.

Invicto na competição, o sub-20 alvinegro disputou 18 jogos. Venceu 14 e empatou quatro, com um aproveitamento de 85%. O lateral Fernando Constanza, titular absoluto na direita, destacou a trajetória da equipe:

- A campanha que estamos fazendo até agora é muito boa, e fruto do treinamento e da nossa dedicação no dia a dia. A equipe está muito bem entrosada e muito confiante. O diferencial da nossa equipe é o coletivo e o comprometimento em fazer o que nos é passado pelo Barroca - comentou o lateral-direito em conversa com o LANCE!

- A expectativa é de um grande jogo, Fluminense tem uma boa equipe, mas nós estamos preparados e temos mostrado a força da nossa equipe nos jogos. conseguimos a vantagem nas laranjeiras, mas vamos usar essa vantagem só nos últimos minutos, sabemos que não tem nada ganho ainda e amanhã vamos entrar em campo jogando pra vencer e estamos confiantes de que esse título virá - projetou o jogador para a finalíssima deste sábado.

Relação base x profissional é destacada por ambos


Tanto o treinador quanto o jogador destacaram o aproveitamento dos garotos da base alvinegra nos profissionais. Segundo Barroca, o processo de transição tem sido bem realizado pela direção do clube, facilitando a adaptação:

- Vale ressaltar que esse processo está sendo feito de uma maneira muito correta e equilibrada pelo clube, com uma comunicação muito eficaz entre a direção da base e o profissional. Essas experiências que alguns jogadores vêm tendo de ir treinar na equipe principal tem sido muito importante, e o que está sendo legal é que os meninos não sobem com a expectativa de ficar e depois descem chateados, pelo contrário, eles estão percebendo que esse processo de descida para disputar jogos importantes é muito bom para a formação final deles -  disse o técnico do sub-20 do Botafogo.

Fernando Constanza lembrou de alguns atletas da base que já atuaram com ele nos profissionais, como Luis Henrique e Ribamar:

-Sim, facilita essa subida aos profissionais por você ter pessoas com quem você já trabalhou antes. Então fica bem mais fácil a adaptação. Tem jogadores que hoje estão no profissional, que jogaram comigo na base, como por exemplo, o Luis Henrique, o Ribamar - completou o camisa 2 do Alvinegro.