09/04/2014 - San Lorenzo 3 x 0 Botafogo, na Libertadores

Airton, de costas, participou de apenas um jogo na campanha alvinegra de 2014 (Foto: AFP/JUAN MABROMATA)

Felippe Rocha
26/10/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Não bastasse o Botafogo ter escapado do rebaixamento, a classificação para a Taça Libertadores pode ser um prêmio. E o objetivo, mais do que viável para quem está na quinta posição com 53 pontos, é meta individual para a maioria dos jogadores do elenco. Dos 38 atletas da equipe, apenas seis já disputaram a principal competição da América do Sul.

Jefferson, Airton, Canales, Lizio, Salgueiro e Neilton têm experiência no torneio. O goleiro disputou a principal competição do continente pelo Botafogo, em 2014. Neilton foi contratado pelo Cruzeiro que jogaria a competição no mesmo ano, mas foi pouco aproveitado. O elenco busca as vitórias para atingir o objetivo e o atacante lembra do que falava lá atrás.

- No começo, passamos dificuldade. Ninguém acreditava, nos davam como possível rebaixado. Quando estávamos na zona de rebaixamento, eu vinha para a entrevista coletiva, falava que brigaríamos por vaga na Libertadores e davam risada. Queremos levar o Botafogo o mais longe possível, vamos brigar por título lá. O clube é muito grande, tem que brigar por coisas boas sempre - lembra Neilton.

O matemático Tristão Garcia, da Academia LANCE!, indica 88% de chances de o Glorioso se garantir na competição. O zagueiro Emerson, que está apenas na segunda temporada como profissional, não esconde o desejo de disputar partidas em outros países da América do Sul.

- É um dos meus sonhos disputar uma competição desse tamanho. Estamos fazendo por onde para disputarmos essa competição, que vai ser muito importante para mim e para os meus companheiros também - comenta o camisa 2.

Duas ou três vitórias devem bastar para a classificação. Há dois jogos em casa, um clássico... falta pouco para o sonho virar realidade.