Emerson - Botafogo

Emerson foi titular durante praticamente toda a temporada passada (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Felippe Rocha
07/03/2017
22:21
Rio de Janeiro (RJ)

O LANCE! já havia informado que a semana seria intensa nos bastidores do Botafogo. A proposta de renovação com Emerson foi novamente recusada pelo agente do Jogador, Jailton Oliveira. Como o prazo para inscrição na fase de grupos da Copa Libertadores termina neste domingo, o tempo é escasso para um acordo. Mais que isso, os dirigentes alvinegros ficaram saturados. O jogador não constará no grupo.

Quanto a Sassá, que também tem oferta em mãos, o clube esperava até esta terça uma posição do atacante. Como não houve, é extremamente improvável que ele conste no grupo da competição continental.

Quanto a Emerson, as partes continuam distantes de acordo, sendo as luvas de R$ 1 milhão, a diferença de quase R$ 100 mil nos vencimentos e os 25% dos direitos econômicos pertencentes ao jogador/agente os principais entraves. Ele foi afastado até do banco de reservas enquanto a situação não se resolve.

Para Sassá, problemas disciplinares provocaram a ausência na primeira lista, com atletas que disputaram a segunda e terceira fases da competição. Mas o atacante parece ter superado e até esteve com a delegação - convidado pelo presidente do clube - no Paraguai, onde foi obtida a classificação sobre o Olimpia. Mas o contrato atual, que termina em dezembro, passou a ser novo obstáculo para o jogador.

Os contratos tanto de Emerson quanto de Sassá terminam no fim deste ano. Fora da Libertadores e também sem oportunidades no Campeonato Carioca, eles ficam com o caminho livre para acertarem pré-contratos com outros clubes a partir do meio do ano.