HOME - Botafogo x Fluminense - Campeonato Carioca - Ribamar (Foto: Reprodução/TV Globo)

Ribamar fez o primeiro gol como profissional contra o Fluminense, há três semanas (Foto: Reprodução/TV Globo)

Felippe Rocha
09/03/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Quem diria que o Botafogo avançaria para a segunda fase do Campeonato Carioca com a melhor campanha? Ainda mais com tamanha reformulação pela qual o elenco passou do ano passado para cá. E mais: quem diria que esse ótimo aproveitamento seria obtido com vários jovens do elenco chamando atenção? A nova etapa do Estadual está para começar. Para esses atletas, nova oportunidade de mostrar serviço.

São 16 jogadores do elenco revelados nas categorias de base do Glorioso. Na campanha atual, Emerson, de 20 anos, está sólido na defesa, e marcou um golaço de falta na partida contra o Vasco. No meio-campo, Gegê, aos 22, deu a volta por cima, após críticas de parte da torcida em anos anteriores.

No ataque, Ribamar, de 18 anos, aproveitou a chance que teve e, além de promovido, se tornou titular da equipe. Ao lado dele, Luis Henrique, de 17 anos, é xodó dos torcedores desde o ano passado.

Alguns jogadores mais experientes permaneceram no elenco, como Luis Ricardo e o goleiro Jefferson. Mas são os jogadores formados dentro do Botafogo que dão esperança ao presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira.

- Temos uma mescla boa de jogadores experientes e atletas formados no clube. Vai ser essa tônica em 2016. Temos muita fé nos atletas formados na casa, porque além de serem profissionais, têm amor muito grande pelo Botafogo e sabem o que representa usar essa camisa. Temos muita esperança de que façam muito sucesso e que o Botafogo tenha um ano muito bom - acredita o mandatário alvinegro.

Além dos protagonistas já citados, há também os coadjuvantes. Casos dos laterais Diego e Jean (direito e esquerdo, respectivamente), que vêm recebendo chances aos poucos; dos volantes Lucas Zen, Matheus Fernandes e Dierson que, cada um com sua história, também recebem oportunidades; e, mais ofensivamente, Fernandes e Leandro.

Destes últimos, o primeiro briga por vaga no time titular; o segundo renovou contrato no mês passado e já estreou como profissional. E ainda há Octavio, Marcinho... O Botafogo dá vez às suas revelações. Todos querendo fazer história com a Estrela Solitária.