Bruno Silva (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Bruno Silva chegou esta temporada e tem moral com o treinador alvinegro (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Felippe Rocha
20/02/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Ai de quem disser que o time de Ricardo Gomes é retranqueiro! O técnico do Botafogo confirmou que a equipe vai encarar a Cabofriense, neste domingo, com três volantes, mas garante que isso não representa uma opção defensiva. Foi a ideia também do treino de ontem, em General Severiano, e o que o treinador quer é um meio-campo em que todos participem.

- Não é coisa minha só. É do futebol. Ficamos muito tempo com dois volantes e dois meias ofensivos. Precisamos de mobilidade. Precisamos de todos, inclusive do antigo cabeça de área. Meio-campo tem que atacar e defender - explica o treinador.

E por isso Airton volta, após ser desfalque contra o Resende, mas Bruno Silva continua entre os titulares. Rodrigo Lindoso é quem completa o trio, em tese, menos ofensivo da faixa central da equipe alvinegra. Mas o treinador alerta.

- Vamos lembrar que o Lindoso era meia. Passou a ser volante comigo. Procurávamos um primeiro volante no ano passado. O que eu vejo é o bom ou o mau jogador no meio-campo. Tem a característica. Temos o Airton, o Bruno Silva. Este faz bem a parte defensiva e a ofensiva. Esse "trio de volantes"... eu tenho certa desconfiança. São jogadores de meio-campo. Lindoso e Bruno articulam bem. Por isso a escolha - decreta Ricardo Gomes.

O Glorioso realmente ficou devendo na última partida, quando alguns testes já haviam sido feitos. Mais um fato que justifica a alteração feita no setor. Se não der certo, ao menos Nuñez e Gegê terão mais liberdade. Mas que os treinos da semana - inclusive o deste sábado - deem resultado e, além de manter os 100% de aproveitamento, o Botafogo encante sua torcida.