Ex-vice de futebol do Botafogo Antonio Carlos Mantuano e ex-treinador alvinegro René Simões

Ex-vice de futebol do Botafogo Antonio Carlos Mantuano (à esquerda) ao lado de René Simões (Foto: Divulgação)

LANCE!
11/11/2015
12:10
Rio de Janeiro (RJ)

Apesar do acesso, diretoria e comissão técnica passaram por modificações no decorrer da competição. René Simões foi o treinador encarregado de montar o elenco no início de ano e acabou demitido, em julho, após a eliminação na Copa do Brasil, para o Figueirense. Na diretoria, Antônio Carlos Mantuano, então vice de futebol, saiu do cargo em agosto, após se envolver em diversas polêmicas na temporada.

René Simões após ficar quase dois anos "longe do futebol" (tinha treinado o Atlético-GO em 2013), foi contratado pelo Botafogo no fim de 2014. Logo na sua apresentação, ele classificou o desafio como o "maior da sua carreira".

O início foi muito promissor. O Botafogo conquistou o título da Taça Guanabara, garantiu vaga na final do Campeonato Carioca, mas acabou derrotado pelo Vasco. Apesar de alguns problemas no meio do caminho, René Simões foi demitido deixando o Alvinegro na liderança da Série B, com 24 pontos, mesma pontuação de América-MG, Bahia e Náutico.

Quando o Botafogo achou que René Simões era passado, o treinador entrou na Justiça contra o clube cobrando, entre outras coisas, direitos por vínculo empregatício, horas extras por comandar o time fora do Rio de Janeiro, danos morais e prêmios devidos nos seis de meses trabalho em General Severiano.

No caso de Antonio Carlos Mantuano, problemas e desavenças com alguns membros da diretoria e com o próprio presidente Carlos Eduardo Pereira fizeram o dirigente renunciar ao cargo de vice-presidente. Ele acabou sendo substituído por Antônio Carlos (Cacá) Azeredo, que à época era coordenador de remo do clube.