Salgueiro

Salgueiro marcou dois gols e eliminou o Fluminense da Libertadores em 2013 ( Foto: Divulgação / Olimpia)

LANCE!
06/02/2016
15:20
Rio de Janeiro (RJ)

A torcida alvinegra tem um bom motivo para cair na folia. O atacante Juan Salgueiro, que estava no Olímpia, do Paraguai, desembarca no Rio de Janeiro na quinta-feira para fazer exames médicos e assinar contrato com o Botafogo até dezembro, com opção de renovação. Salgueiro chega ao Glorioso para ser a principal opção ofensiva do técnico Ricardo Gomes, que atualmente só conta com Neilton, Sassá e os garotos Luis Henrique e Ribamar na posição.

Em entrevista ao site 'D10', do Paraguai, o presidente do Botafogo Carlos Eduardo Pereira, comemorou o acerto com o atacante.

– É um desejo muito antigo do Botafogo. Estamos muito confiantes com a chegada do Salgueiro no clube. Ele será muito importante para a nossa equipe durante esta temporada de 2016 – afirmou o presidente do Botafogo.


Sonho antigo dos dirigentes alvinegros, o atacante uruguaio, de 32 anos, tem rodagem no mundo do futebol. Indicado ao Botafogo por empresários, Salgueiro já teve passagens por diversos clubes reconhecidos como o Danúbio (URU), Necaxa (MEX), Estudiantes (ARG), LDU de Quito (EQU) e San Lorenzo-(ARG), antes de defender o Olímpia (PAR) e conquistar a taça do torneio Clausura no ano passado. Na temporada 2015, Salgueiro atuou em 23 partidas e marcou apenas três gols.


Carrasco de Brasileiros

Apesar de não ser muito conhecido pelos torcedores brasileiros, o uruguaio, de 32 anos, tem o currículo recheado de títulos, está acostumado a jogar competições internacionais e gosta de fazer de equipes brasileiras as suas principais vítimas. Nas quartas de final da Copa Libertadores, de 2013, Salgueiro marcou os dois gols do Olímpia que eliminaram o Fluminense da competição continental. O uruguaio também estava no grupo do Estudiantes de la Plata que conquistou a Copa Libertadores da América em 2009 sobre o Cruzeiro, de virada, em pleno Mineirão. No ano seguinte, atuando pela LDU de Quito, ele venceu o Campeonato Equatoriano e Recopa Sul-americana ao bater o seu ex-clube.