Botafogo x Cruzeiro

Domínio do Cruzeiro no primeiro tempo foi digno de goleada (Foto:Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Vinícius Britto
02/06/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

As cinco primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro evidenciaram aquilo que até o mais otimista botafoguense tinha receio: o Campeonato Carioca é uma ilusão, e, em competição nacional, o buraco é mais embaixo. E a conta está vindo nessas três derrotas até então e na proximidade da zona de descenso.

Contra o Cruzeiro, o Botafogo foi desfalcado, é claro. Mas o nível técnico da equipe no primeiro tempo foi de se temer. Uma goleada do Cruzeiro teria sido bem possível, vista a falta de marcação no meio e a dupla de zaga perdida. Com o esquema um pouco alterado, Ricardo acabou deixando o time mais lento, sem transição e espaçado nas linhas de marcação. Por pouco não foi fatal.

Na segunda etapa, a melhora. Chances criadas - muitas delas na base do abafa - e a falta de qualidade nas finalizações. Leandro melhorou muito a equipe e Sassá representou maior perigo do que Ribamar, que se enrolou com a bola em muitos lances. Mesmo assim, nada de gol. Mais uma derrota.

A preocupação é alta em General Severiano. Até os reforços estarem disponíveis, o Alvinegro vai penar na competição. E o próximo adversário é o Santos, no Pacaembu. Pontuar se tornou obrigação para o clube.