Rafael Bortoloti 
20/08/2017
17:53
Campinas (SP)

Em cima de um gramado pesado no Moisés Lucarelli, o Botafogo reserva oscilou diante da Ponte Preta e perdeu de 2 a 1, neste domingo, em jogo da 21° rodada do Brasileirão. Sheik fez os dois gols da Macaca e Brenner marcou o seu primeiro gol com a camisa Alvinegra, de pênalti.  O Glorioso jogou todo de preto para reforçar que é contra ao racismo. 

Com o resultado, o Botafogo caiu para nono, com 28 pontos e está a dois pontos do Cruzeiro, o último time do G6. A Ponte Preta vem logo atrás, em décimo, com 27 pontos. 

O técnico Jair Ventura surpreendeu na escalação: Rodrigo Pimpão, suspenso para o duelo com o Flamengo, na próxima quarta-feira, entrou somente no intervalo. Já o goleiro Gatito Fernández foi banco e não entrou. De titulares apenas Carli, outro fora do jogo com o Fla e Bruno Silva.  

Valencia perde gol incrível 

O estabanamento de Leo Valencia roubou a cena logo no início.  O chileno tomou um cartão amarelo logo aos dois após carrinho em Nino Paraíba e quatro minutos depois desperdiçou um incrível gol após bom cruzamento rasteiro de Brenner.

E a oportunidade fez falta. Isso porque aos 13 Emerson Sheik aproveitou cobrança de escanteio de Danilo no segundo pau, dominou e fez 1 a 0 na primeira chegada da Macaca. 

O Botafogo não sentiu o golpe e empatou aos 20, de pênalti com Brenner. O atacante marcou o  primeiro gol com a camisa alvinegra após Arnaldo ser derrubado por Lucca.  O Bota continuou crescendo e perdeu duas chances boas com Valencia e Brenner. A Ponte Preta quase fez o segundo no último ato do primeiro tempo. Danilo chutou bem, mas Jefferson fez boa defesa. 

Pimpão só no segundo tempo

No intervalo, uma mudança para cada lado: Pimpão entrou na vaga de Valencia e Léo Gamalho substituiu Jean Patrick. O atacante do Alvinegro Carioca foi mais incisivo, assim como o Botafogo. O camisa 17 arriscou um voleio, mas em vão. Logo em seguida, mais duas boas chances para o Bota com Bruno Silva e num desvio da zaga pontepretana, mas Brenner não alcançou.  

Depois disso, foi a vez da Ponte crescer na partida. Felipe Santana perdeu várias oportunidades, mas quem desempatou foi o cara do jogo, Emerson Sheik. O atacante acertou belo chute de fora da área, aos 42. Ainda houve tempo do Bota quase empatar, mas Marcos Vinicius cabeceou na trave. 

Duas contusões no segundo tempo

Aos 13, Jair sacou Leandrinho, que saiu lesionado. Fernandes entrou, mas só ficou sete minutos pois se contundiu em choque com Sheik. O menino ainda recebeu o amarelo e deu entrada a Wenderson. Jefferson e Brenner também deram susto, mas voltaram ao jogo. 

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 2 X 1  BOTAFOGO 
Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP) 
Data-Hora: 20/8/2017 - 16h

Árbitro:  Dewson Fernando Freitas da Silva (PA - Fifa)
Auxiliares:  Helcio Araujo Neves (PA) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
Cartões amarelos: Leo Valencia, Fernandes e Jefferson (BOT); Lucca e Emerson Sheik (PON)
Cartões vermelhos: -
Gols: Emerson Sheik (13'/1ºT) (1-0),  Brenner (20'/1°T) (1-1) e Emerson Sheik (42'/2°T) (2-1).

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Naldo; Danilo, Jean Patrick (Leo Gamalho - Int), Elton e Lucca (Luis Ali, 31'/2°T); Léo Artur (Felipe Saraiva, 14'/2°T) e Emerson Sheik. Téc: Gilson Kleina. 

BOTAFOGO: Jefferson, Arnaldo, Joel Carli, Emerson Santos e Gilson; Dudu Cearense, Bruno Silva, Leandrinho (Fernandes, 13'/2°T) (Wenderson, 20'/2°T) e Leo Valencia (Pimpão - Int); Marcos Vinicius e Brenner. Téc: Jair Ventura.