Felippe Rocha
15/12/2016
12:28
Rio de Janeiro (RJ)

As novidades no Estádio Nilton Santos ficarão muito além da pintura em preto e branco das arquibancadas. O Botafogo apresentou, nesta quinta-feira, as novidades que darão nova cara à casa alvinegra. Duas das mais significativas são a retirada das cadeiras do Setor Norte, que, apenas no concreto, passa a ser mais barato, e a unificação dos setores Sul e Leste inferior, formando o Setor Sudeste.

- Tenho certeza de que este conjunto de ações vai ser muito bem recebido. Certeza de que a torcida vai responder a esse chamamento. É uma caminhada de reconstrução do clube. Partimos da Série B, em 2015 e, para a surpresa de muitos, estamos classificados pra libertadores. Caminho mais rápido do que muitos supunham, mas com consistência. O Botafogo resgata autoestima e conceito de mercado - afirmou o presidente Carlos Eduardo Pereira.


O investimento custará cerca de R$ 800 mil, e o Glorioso espera arrecadar com as novidades e a exposição que terá, pelo menos, R$ 11 milhões de reais em 2017. Para tanto, o plano sócio-torcedor Sou Torcedor foi ampliado, permitindo preços consideravelmente reduzidos para quem aderir. O plano básico custa R$ 13,90, e os pacotes custam: Norte, R$ 200/ano; Sudeste, R$ 450/ano; Oeste Inferior, R$ 900/ano; e Camarote Central Leste, R$ 1.200/ano.

Os valores são válidos até o fim deste ano e, em pagamento à vista, ficam ainda mais baixos. A expectativa do clube é que a equipe possa fazer até 40 partidas no estádio no ano que vem. Há pacotes promocionais também para o estacionamento do estádio.

A ideia da diretoria é aproximar torcida do clube, mesmo os torcedores que moram longe. Deste modo, por R$ 50 cada torcedor poderá nomear uma cadeira no Estádio Nilton Santos - a cadeira não passa a ser propriedade de quem customizá-la. O sócio-torcedor também foi ampliado no que diz respeito a descontos em lojas parceiras e, especialmente, para o botafoguense que mora longe do Rio. Ele poderá sugerir um novo estabelecimento.