Rodrigo Pimpão

Rodrigo Pimpão levou o seu pequeno filho Davi para a coletiva de imprensa (Foto: Divulgação/Botafogo)

Hugo Mirandela
02/02/2017
21:34
Rio de Janeiro (RJ)

No primeiro duelo contra o Colo-Colo, o Botafogo venceu por 2 a 1, na última quarta-feira, e saiu na frente pela classificação à próxima fase da Libertadores. O atacante Rodrigo Pimpão lamentou o fato de o time ter levado um gol em casa. No entanto, ele preferiu valorizar a vantagem do Alvinegro e disse que o time chegará com a cabeça erguida no Chile.

-  A gente lamenta ter tomado o gol, pois um gol fora de casa nesse tipo de competição conta muito, mas o importante é que conseguimos a vitória. Vamos para o Chile de cabeça erguida para conseguir a classificação - disse Pimpão, destacando o que a equipe precisa fazer para conseguir a vaga.

- Mesma vontade que entramos no primeiro tempo. Sabemos que erramos durante a partida e tudo será corrigido essa semana - completou.

Pimpão levou para a coletiva o seu filhinho Davi. Ele conta o garoto é o seu amuleto e foi importante ter a presença da família na primeira partida que disputou em uma Libertadores.

- Foi um jogo muito importante porque foi o meu primeiro pela Libertadores na carreira, e ter ele (filho) e minha família ao meu lado no estádio me dá mais energia e força. Ele vendo o estádio cheio se emociona com isso. Sabe cantar o hino do Botafogo inteiro. É meu amuleto. Sempre que possível estará em todos os jogos.

O atacante acredita que a equipe do Botafogo tem tudo para evoluir no decorrer do ano. De acordo com ele, os reforços já estão se encaixando e entendendo a filosofia de jogo do técnico Jair Ventura.

- O Botafogo tem um grupo muito forte. Quem está chegando tá entendendo o planejamento, se entendendo com o treinador, o método de trenamento. A gente espera se firmar mais no decorrer no ano. Esse time que entrou em campo fez apenas o seu terceiro jogo esse ano. A gente espera crescer muito ainda.