Roger e Rodrigo Pimpão - Chapecoense x Botafogo

Atacantes marcaram os dois gols do triunfo do Botafogo contra a Chapecoense, no domingo (Foto: Divulgação)

LANCE!
20/06/2017
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de serem bastantes criticados pela falta de gols do ataque, Rodrigo Pimpão e Roger desencantaram na vitória do último final de semana, contra a Chapecoense. A dupla de frente alvinegra iniciou e concluiu as jogadas dos dois tentos alvinegros em Chapecó, diminuindo a pressão pela efetividade ofensiva e ganhando moral para o clássico de quarta, contra o Vasco, no Nilton Santos.

No primeiro, Pimpão iniciou a jogada com o lançamento para Bruno Silva, que terminou com a assistência dele para Roger. No segundo tento, o centroavante tabelou com Arnaldo, que cruzou para o outro completar com a barriga.

- A gente é cobrado, na minha situação sou cobrado por isso. Mas pouca gente vê o outro lado, da característica do jogador. O Roger saiu dela, se doando para a equipe... entrega tática, marcação... mas somos cobrados como atacantes. É natural. Nesse jogo, nós fomos felizes. E que possamos fazer mais gols dentro do campeonato - comemorou Rodrigo Pimpão na entrevista coletiva de ontem.

Quem também celebrou a eficiência do setor de frente no triunfo foi o técnico Jair Ventura, que ainda lembrou da forte pressão criada em cima dos atacantes.

- Quando você não vence no futebol, começam alguns fantasmas. “O time está tomando muito gol, os atacantes não marcam gol”. Quebramos mais um tabu, vencemos a forte equipe da Chape jogando na casa deles, e os meus dois atacantes fizeram gols - ressaltou o técnico Jair Ventura sobre a dupla de frente.

Nas redes sociais alvinegras, os pedidos por reforços para o ataque são quase que frequentes. Enquanto isso, a dupla titular se sustenta e ganha pontos com a boa exibição no domingo. Agora, o objetivo é seguir forte contra o Vasco.