Garrincha

Garrincha deixa goleiro sem rumo: cena comum (Foto: Arquivo L!)

Roberto Assaf
20/11/2015
13:28
Rio de Janeiro (RJ)

Quem não viu Garrincha jogar, e talvez até por isto, insiste em dizer que o craque não seria o mesmo nos dias de hoje. Bobagem.

É comum notá-lo em vídeos cercado por dois ou três adversários. E superando todos com alguma facilidade.

Depois que o Brasil ganhou o seu primeiro título mundial, em 1958, e pelo fato da Copa ter sido transmitida pela TV para vários países da Europa, sua magia correu o planeta, e todos queriam vê-lo de pertinho. Daí as longas excursões que o Botafogo realizava com frequência pelo Brasil e principalmente pelo exterior, enfrentando as equipes mais badaladas da época, tornando o Alvinegro conhecido em todos os cantos.

Algumas exibições do homem das pernas tortas nestas viagens e a conquista da Copa de 1962, no Chile, na qual ele foi o maior destaque, reforçaram o mito. Creiam: Garrincha teve importância fundamental na presença do Botafogo na relação dos "Grandes Clubes do Século XX", divulgada oficialmente pela Fifa, em 2000, na frente de outros gigantes do futebol, como Benfica, Boca Juniors, Internazionale e Arsenal. Não precisa dizer mais nada.

GALERIA DE FOTOS: A BELA HISTÓRIA DE GARRINCHA PELO BOTAFOGO