RADAR / LANCE!
16/06/2017
09:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo terá um desafio a mais para encarar diante da Chapecoense, neste domingo. No duelo da Arena Condá, a equipe comandada por Jair Ventura luta para virar páginas de más recordações escritas nos confrontos mais recentes.

O primeiro veio em 23 de novembro de 2014, onde, curiosamente, os atuais botafoguenses Bruno Silva e Camilo contribuíram para empurrar o Glorioso rumo ao rebaixamento. Após boa jogada do volante com o meia, Leandro abriu o placar. O próprio atacante completou o triunfo por 2 a 0.

Com o revés na Arena Condá pela 36ª rodada, o Botafogo passou a não depender somente de suas forças para seguir na elite. À época comandada por Vagner Mancini (que, no domingo, estará no comando da Chapecoense), o Alvinegro amargou a queda no Brasileirão de 2014 na penúltima colocação.

Em 24 de julho de 2016, as duas equipes se reencontraram na Arena Condá e, de novo, a Chapecoense levou a melhor. Após Hyoran abrir o placar para os catarinenses, Camilo deu um lufar de confiança aos alvinegros no fim da partida. No entanto, pouco depois, Lucas Gomes decretou o 2 a 1 sobre a equipe de Ricardo Gomes, "contribuindo" para que ela lidasse com o risco de rebaixamento no primeiro turno do Brasileirão.

Mesmo almejando voos mais altos sob o comando de Jair Ventura, o Botafogo não evitou nova frustração diante da equipe catarinense em 16 de novembro de 2016. A equipe, que já estava no G6, perdeu invencibilidade de sete jogos, com o 2 a 0 sofrido na Arena da Ilha. Kempes e Sérgio Manoel decretaram a vitória da Chape pela 35ª rodada. 

O primeiro encontro de 2017 é na Arena Condá. E qual será a história que o embate contará?