LANCE!
28/06/2016
09:00
Rio de Janeiro (RJ)

Um movimento intitulado Frente Alvinegra é o mais novo grupo político entre os sócios-proprietários do Botafogo. A associação pede a abertura do Glorioso por meio do direito a voto na eleição presidencial para sócios-torcedores e menciona que há algumas pessoas que se acham 'donas do clube' em seu documento de divulgação.

Confira, abaixo, trechos do texto divulgado pelo movimento:

'É inegável, até ao mais otimista dos nossos torcedores, que, a cada ano que passa, o Botafogo vem perdendo a sua importância histórica nos cenários nacional e internacional.

O cenário atual é devastador. Ano após ano o clube aumentou em muito a sua dívida e diminuiu, não só a sua capacidade de investimentos, mas também a sua capacidade de caminhar sozinho. 

A democracia talvez seja o ponto mais nevrálgico da terrível realidade em que o clube se encontra. Nas últimas eleições, mesmo com quatro candidaturas inscritas, o universo eleitoral foi uma vergonha: o atual presidente foi eleito com pouco mais de 400 votos. Isto é um absurdo para a grandeza de um clube centenário como o Botafogo. Entre os doze maiores clubes do Brasil, o Alvinegro é o mais fechado.

Precisamos implementar o Sócio Torcedor com direito a voto e, assim, trazer a torcida para dentro do clube. Estamos nos referindo a todos que podem, de alguma forma, somar forças e colaborar para um novo e promissor futuro. Assim permitiremos que milhares de alvinegros possam ter a oportunidade de decidir os destinos da sua maior paixão.

Com esta proposta, estaríamos melhorando a democracia interna e oxigenando a política do clube com novas ideias e dirigentes, além de incentivar o aumento da arrecadação do programa Sócio Torcedor e do Sócio Proprietário. Sabemos que estas propostas sofrem resistências dentro do clube, afinal alguns poucos se acham donos do Botafogo.'