Campeonato Brasileiro SerieB - Luverdense x Botafogo (foto:Vitor Silva/SSPRESS)

Jogadores do Botafogo comemoram o acesso à Série A do Brasileirão (Foto:Gilmar Ramos/LANCE!Press)

Roberto Assaf
10/11/2015
23:40
Lucas do Rio Verde, Mato Grosso (MT)

A pequena Lucas do Rio Verde, no interior de Mato Grosso, teve o privilégio de ser o palco da volta - agora oficial - do Botafogo à Série A do Brasileiro, após a vitória de 1 a 0 sobre o Luverdense. O time não realizou uma grande partida, mas teve seriedade e equilíbrio para obter o resultado e pôr fim ao pesadelo de disputar a Segunda Divisão.

Os times demoraram a acertar posicionamento nos primeiros 20 minutos, principalmente do meio para trás, daí chegarem com velocidade no ataque, embora criassem poucas oportunidades. Aos poucos, o Alvinegro passou a mostrar maior confiança, tendo como referência Daniel Carvalho, que se movimentava buscando espaços na zaga adversária, até receber bola na direita e cruzar na medida para Ronaldo escorar na pequena área e abrir o placar.

O Luverdense cresceu, pressionou e teve pelo menos duas chances para empatar, numa bela bicicleta de Alípio, por cima da baliza, e numa cabeçada de Tozin à esquerda, para fora.


O Botafogo voltou mais cauteloso, marcando a partir do meio, apostando em contra-ataques, enquanto o Verdão do Norte não conseguia se articular, errando passes em excesso, esbarrando nas suas próprias limitações, apesar do esforço do lateral Raul Prata e do próprio Alípio. O time carioca tinha o controle do jogo, mas perdeu parte de sua força após a saída do já esgotado Daniel Carvalho, substituído por Diego Jardel. O Luverdense demorou a mexer.

Na realidade, a equipe dirigida por Júnior Rocha não tinha muitas opções, tanto que não fez sequer as três mudanças. A troca de Osman por Calyson não teve efeito positivo. Uma falta cobrada por Muralha, para boa defesa de Hélton Leite, foi a única ameaça ao Alvinegro. Assim, a partida foi se arrastando, com bolas lançadas a esmo na direção da área alvinegra, facilmente rebatidas.

Aos 47 minutos, Édson derrubou Neílton, após ser driblado, em pênalti clássico. O próprio Neílton cobrou, chutando para fora, à esquerda, mas a vaga já estava na mão. O Fogão está enfim na elite.


FICHA TÉCNICA:

LUVERDENSE 0 X 1 BOTAFOGO

Data/Hora/Local: 10/11/2015, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, Mato Grosso (MT)
Árbitro: Rafael Claus (SP)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso e Renan Fonseca (BOT); Tozin, Da Matta, Luiz Otávio e Edson (LUV)
Gol: Ronaldo, aos 42'/1°T (0-1)
Público e renda: Não divulgados

LUVERDENSE: Edson; Raul Prata, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Muralha, Da Matta (Assuério, aos 45'/2°T) e Alípio; Osman (Calyson, aos 19'/2°T), Lucas Fernandes e Tozin. Técnico: Júnior Rocha.

BOTAFOGO: Helton Leite, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Carleto (Diego Giaretta, aos 45'/2°T); Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Camacho (Fernandes, aos 24'/2°T) e Daniel Carvalho (Diego Jardel, aos 11'/2°T); Neilton e Ronaldo. Técnico: Ricardo Gomes.