HOME - Botafogo x Cabofriense - Campeonato Carioca - Luis Henrique (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Luis Henrique vem sendo tratado como uma joia dentro de General Severiano (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Felippe Rocha
19/05/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Seja por lesões, por jogadores em fase de transição ou para poupar. O time do Botafogo que enfrenta o Juazeirense nesta quinta é praticamente todo reserva. Quem terá a missão de fazer os gols para sacramentar a classificação são os atacantes Sassá e Luis Henrique. Juventude contra o desespero do adversário, que perdeu o primeiro jogo por 2 a 1 e precisa vencer por dois gols de diferença para avançar na Copa do Brasil. A partida é às 21h30, em Los Larios, Duque de Caxias. O site do LANCE! fará transmissão em tempo real.

Luis Henrique começou a temporada como titular, mas logo perdeu o posto para Ribamar, que será preservado. Sassá até vem tendo chances, mas pode melhorar seu aproveitamento nas finalizações. O técnico Ricardo Gomes sabe que precisa de todo o elenco em boas condições técnicas, por isso tenta dar ritmo de jogo a todos.

- O grande lance é dar tempo de jogo. Luis Henrique volta e meia tem oportunidade. No Carioca, começou de titular, depois caiu de rendimento, o que é normal para a idade. É a diferença de botar um garoto para decidir jogo e lançar um zagueiro, um lateral. Com qualquer grande jogador não é diferente. Tem que ter cuidado - reitera.

Entre os que terão nova chance hoje, um está na alça de mira dos torcedores mais críticos. O goleiro Helton Leite, que substitui Jefferson, mas que falhou nos últimos jogos, continua na equipe. Ele lembra que quanto mais os atletas joguem, melhor tende a ser o desempenho.

- A sequência é importante e necessária, e estou ansioso por esse desafio que vem pela frente - confessa o novo camisa 1.

Se fizer um gol, com a consistente defesa que prova ter, a classificação do Bota à terceira fase da Copa do Brasil fica praticamente garantida. Sassá, que deve começar jogando mais pela esquerda, fez um gol em quatro partidas este ano.
Luis Henrique, que quase sempre participa das partidas, tem 15 partidas e três gols marcados, mas 18 anos de idade completados há dois meses apenas. Ricardo Gomes sempre pede paciência com a joia alvinegra.

Se alguns terão chance no ataque, o zagueiro Emerson voltará à equipe após quase um mês afastado por lesão. Além da segurança na retaguarda, o "zagueiro-craque", assim chamado pelo próprio treinador, ainda pode ajudar no ataque, com seus fortes chutes.