Treino Botafogo - Técnico, Jair Ventura

O técnico Jair Ventura não deixa de repreender os jogadores quando necessário (Foto: Vitor Silva/Sspress/Botafogo)

Felippe Rocha
27/10/2016
12:50
Rio de Janeiro (RJ)

É comum que, em todos os clubes, muitos jogadores tenham contrato de apenas um ano. E mesmo os que têm vínculo mais longo, por vezes, mostram disposição a mais. No Botafogo, por exemplo, quem vem sendo utilizado com certa frequência, e foi até lateral-esquerdo no último jogo é Nuñez. O meia argentino não é titular há meses, mas pode ter o contrato renovado por mais uma temporada. De todo modo, o técnico Jair Ventura se preocupa também com quem, eventualmente, não esteja tão concentrado com os rumos do time.

- É meu primeiro ano como efetivado, mas isso é uma situação de todo fim de ano. Um pensa "vou ficar", "não vou", "quero contrato melhor". Outros querem novos ares... É uma situação de todo fim de ano, mas tento falar sobre a importância da competição. Foi tão difícil que não podemos fazer nada diferente. Eles são profissionais, mas são seres humanos. Nós vemos alguns e já puxamos o braço. Os companheiros também têm que puxar aquele que está pensando nas férias. É motivação total até o último jogo - pede.

Coincidentemente, diretoria e comissão técnica terão uma reunião ainda nesta quinta-feira para começar o planejamento da próxima temporada. Dos principais atletas, Sidão, Diogo Barbosa e Neilton têm contratos encerrando no fim deste ano. O último contratado Alemão também. Emerson Silva já tem a renovação acordada.