Roger - Botafogo

Tatiane Ramalho/Lancepress!

LANCE!
21/11/2017
14:32
Rio de Janeiro (RJ)

Na contagem regressiva pelo retorno do atacante Roger, o Botafogo amarga uma possível e provável saída do seu camisa 9 e artilheiro da temporada de 2017 com 17 gols em 79 jogos. O atacante, parado há quase dois meses para a retirada de um tumor no rim, ainda não acertou a renovação contratual com o Alvinegro, que vai até o fim de 2018. Isso abriu espaço para o Internacional fazer uma proposta pelo jogador e as partes têm um acordo encaminhado. O Corinthians, declaradamente, era outro interessado no jogador. 

Roger fechou com o Glorioso no final do ano passado, em situação semelhante a esta. Em final de contrato com a Ponte Preta, ele assinou um pré-contrato com o Botafogo, o que deixou a direção da Macaca e eles rescindiram no início de novembro. Para renovar com o time carioca, ele já fez o seu pedido: aumento salarial, o que a diretoria do Botafogo concorda - embora os valores sejam divergentes. E este é o problema. Além disso, Roger pediu alguns auxílios. 

O atacante tem dez gols no Campeonato Brasileiro, oito só em clássicos,  e levou o time às quartas de final da Libertadores e às semifinais da Copa do Brasil.  Sem Roger, de 32 anos, o Botafogo conta com Brenner e Vinicius Tanque. Para a próxima temporada, pode ter o retorno de Renan Gorne. Ele voltou de empréstimo a um time dos EUA e a diretoria ainda estuda s evai aproveitá-lo ou não.


Do trio, o mais velho é o primeiro, com 23 anos, mas em má fase. Ele foi até barrado no empate sem gols com o São Paulo, no último domingo, no Pacaembu. O Botafogo está atento ao mercado e Gilberto, do mesmo São Paulo, é um dos alvos.