Felippe Rocha e Vinícius Britto
09/11/2016
13:23
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de Roger, o Botafogo segue o planejamento para 2017. E o atacante Marinho - destaque do Vitória-BA - é o novo desejo da diretoria para reforçar o clube na próxima temporada. As conversas já se iniciaram tem alguns meses, com uma sondagem ao Vitória. Quem confirma é o próprio empresário do jogador, Jorge Machado. Agora, a negociação voltou com tudo. Ele está no Rio de Janeiro e mantém conversas diárias com o gerente de futebol do Botafogo, Antônio Lopes. Em pauta, a situação do atacante e a possibilidade de negócio:

- Estou no Rio de Janeiro. O Antônio Lopes é um amigo meu de muitos anos. Ele me ligou já, faz uns 40 dias atrás, me perguntando sobre o Marinho. Estamos conversando. O Botafogo foi o primeiro clube que me procurou sobre o Marinho, foi quem se interessou pelo atleta - revelou o empresário, ao LANCE!.

Além do seu representante, o próprio Marinho está no Rio de Janeiro. Mas por um outro motivo: está com a família para tirar visto americano, pois vai passar as férias nos Estados Unidos. E, segundo seu representante, o foco permanece em ajudar o Vitória na reta final do Brasileiro, independente das conversas sobre uma mudança para General Severiano para a temporada seguinte:

- Obviamente, ele não quer falar sobre isso, está focado no Vitória. É um cara focado e que tem feito uma temporada extraordinária - enaltece seu agente.

Conforme o LANCE! apurou, o Vitória detém 70% dos direitos econômicos do atleta, com os 30% restantes pertencendo ao Cruzeiro. Sua multa rescisória é de € 5 milhões (aproximadamente R$ 17,6 milhões). Mas os valores ainda não são discutidos internamente. Com o Vitória-BA ameaçado de rebaixamento, uma possível queda poderia deixar a permanência de Marinho em Salvador ainda mais inviável. E nesse momento que entra o Botafogo na história, já tendo procurado o atleta e contando com a boa relação de seu dirigente com o empresário de Marinho para negociar e trazer um dos destaque do Brasileiro.