Sidão apresentação (Foto: Twitter/Botafogo)

Sidão chegou, em tese, para ser o terceiro goleiro do time de General Severiano (Foto: Twitter/Botafogo)

Felippe Rocha
11/06/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Quem diria que Sidão, reserva de um pequeno time paulista no início do ano, seria titular do Botafogo numa importante partida do Campeonato Brasileiro? Pois é isso que vai acontecer. O técnico Ricardo Gomes confirmou, ontem a estreia do goleiro de 33 anos no jogo de amanhã, contra o Vitória. Ele entra na vaga de Helton Leite. E a experiência do novo camisa 1 é uma das virtudes que se destacam para o treinador.

- Independentemente da posição, alguns jogadores, estão chegando aos 40 anos muito bem. É uma evolução física, fisiológica, da manutenção do atleta. É uma evolução da ciência. Além disso, ele joga muito bem com os pés, tem um bom posicionamento e muita força - entende o técnico.

Durante o Campeonato Paulista, o então goleiro do Osasco Audax assumiu a posição durante a competição. Porém, não largou mais a condição. Driblando atacantes e fazendo boas defesas, chamou atenção do Glorioso, que o contratou quando Jefferson ficou fora de combate - e ficará até agosto.

Escolhido para ser o titular, a princípio, Helton Leite vem falhando e sendo criticado. Por isso a decisão de Ricardo Gomes. Entretanto, ele garante: o goleiro que volta para o banco de reservas não perdeu crédito no Alvinegro.

- Continua a credibilidade. Mas o Sidão chegou também com expectativa de jogar. O Helton foi muito bem no jogo contra o Atlético-PR, teve o nome gritado pela torcida. Então vieram esses últimos jogos... mas ele mostrou recuperação ao longo das partidas - analisa o treinador.

Agora é a vez de Sidão. Após o vice-campeonato paulista, a chance de convencer, pelo Glorioso, é o grande momento para um já veterano do futebol.