icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/08/2015
09:03

Um grupo de sócios-proprietários do Botafogo se reuniu na semana passada para discutir a abertura do clube. O principal objetivo é promover uma reforma estatutária e permitir que os sócios-torcedores finalmente tenham direito a voto na eleição presidencial.

Este grupo é formado por novos membros da vida política do Botafogo e sócios-proprietários oriundos da Chapa Alvinegra, que ficou em quarto lugar na eleição presidencial do ano passado.

Vinicius Assumpção, que concorreu à eleição como Vinicius Presidente, é um dos integrantes deste novo colegiado. Ele ressalta a importância de uma reforma estaturária no Botafogo para evitar que o clube volte a sofrer com os problemas pelos quais passou com Mauricio Assumpção no comando.

– Com o atual estatuto, nada impede do presidente atual ou o futuro cometer os desmandos do ex-presidente ou antecipar receitas de outro mandato sem nenhuma autorização prévia dos órgãos internos do clube – disse Vinicius Assumpção.

O grupo voltará a se reunir no próximo dia 31 para discutir mais ideias.

[[GAL:LANPGL20150808_0002]]

Um grupo de sócios-proprietários do Botafogo se reuniu na semana passada para discutir a abertura do clube. O principal objetivo é promover uma reforma estatutária e permitir que os sócios-torcedores finalmente tenham direito a voto na eleição presidencial.

Este grupo é formado por novos membros da vida política do Botafogo e sócios-proprietários oriundos da Chapa Alvinegra, que ficou em quarto lugar na eleição presidencial do ano passado.

Vinicius Assumpção, que concorreu à eleição como Vinicius Presidente, é um dos integrantes deste novo colegiado. Ele ressalta a importância de uma reforma estaturária no Botafogo para evitar que o clube volte a sofrer com os problemas pelos quais passou com Mauricio Assumpção no comando.

– Com o atual estatuto, nada impede do presidente atual ou o futuro cometer os desmandos do ex-presidente ou antecipar receitas de outro mandato sem nenhuma autorização prévia dos órgãos internos do clube – disse Vinicius Assumpção.

O grupo voltará a se reunir no próximo dia 31 para discutir mais ideias.

[[GAL:LANPGL20150808_0002]]