Ponte Preta x Botafogo (Foto:Ale Cabral/LANCE!Press)

Botafogo foi derrotado para a Ponte Preta em Campinas (Foto:Ale Cabral/LANCE!Press)

LANCE!
06/08/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de uma vitória contra o ex-líder do campeonato, a expectativa era de semanas tranquilas na sequência alvinegra no decorrer das Olimpíadas. Mas o revés em Campinas não estava nos planos. Irregular no decorrer do Brasileiro – não conseguiu vencer duas seguidas – agora o Botafogo pode voltar para a zona de rebaixamento nesta rodada, já que não entrará em campo por conta do seu jogo adiado contra o Grêmio. 

Dentre os motivos para essa gangorra vivida pelo Alvinegro na competição, Ricardo Gomes lembrou do desgaste como o principal empecilho para a saída do Botafogo da zona de perigo do Brasileirão:


– O desgaste é a principal razão para o momento do Botafogo de não conseguir vencer dois jogos seguidos e também para a derrota de hoje. Tivemos o jogo da Copa do Brasil e depois enfrentamos o líder do campeonato naquele momento, que era o Palmeiras. Fizemos um jogo muito concentrados, que foi muito desgastante, e esse cansaço fez a gente demorar pra entrar no jogo aqui. Quando equilibramos um pouco, já estava 1 a 0 para a Ponte – lembrou o comandante alvinegro no pós-jogo.
O técnico admitiu a falta de atenção da equipe na primeira etapa, lembrando que é necessário equilíbrio na próxima sequência:

– Entramos muito desligados e no primeiro tempo fomos amplamente dominados pela Ponte Preta. Só fomos acordar depois que tomamos o gol e aí, durante o segundo tempo, conseguimos deixar as coisas um pouco mais equilibradas, mas isso tem que acontecer no jogo todo, não pode só acontecer quando você tem 1 ou 2 a 0 contra – indagou Ricardo.

O grande problema é a falta de uma sequência de vitórias por parte do Botafogo neste Brasileiro. Com somente cinco triunfos em 18 jogos, a equipe agora ocupa a 15ª colocação, com 20 pontos. Com a folga no final de semana – jogo adiado – Figueirense, Coritiba, Santa Cruz e Cruzeiro podem acabar ultrapassando o Glorioso, que poderia terminar até na vice-lanterna da competição no final deste primeiro turno.

Uma campanha irregular, que já faz o sinal de alerta estar para lá de ligado em General Severiano.