icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
25/08/2015
16:39

O Botafogo tem reunião marcada com o pai do volante Willian Arão para tratar da renovação de contrato do jogador. O encontro deve acontecer nesta quarta-feira ou na quinta. O jogador tem contrato com o Glorioso somente até o fim de novembro deste ano, mas o clube está disposto a estender este vínculo até o fim de 2017. A situação, porém, não é nada fácil e depende de um acordo.

O Alvinegro confia numa cláusula contratual para renovar automaticamente o vínculo do atleta. O Botafogo teria de pagar cerca de R$ 1 milhão para isso. Há quem diga, porém, que esta cláusula não tem validade, já que infringiria a nova regulamentação da Fifa. 

A primeira proposta de renovação e aumento salarial do Botafogo não agradou ao jogador. Atualmente, Arão recebe cerca de R$ 40 mil. Agora, o clube está disposto a pagar R$ 60 mil de salário em 2016 e R$ 80 mil em 2017. A nova rodada de negociações será conduzida pelo gerente de futebol do clube, Antônio Lopes. 

Arão chegou ao Botafogo no início deste ano e foi um dos destaques do Campeonato Carioca. Pelo bem futebol e com um contrato curto, ele chamou atenção rapidamente. Recentemente, especulou-se que o Cruzeiro estaria interessado na contratação do cabeça de área. A torcida alvinegra chegou a ficar irritada com a situação e criticou o jogador nas redes sociais. O nome de Arão também foi ventilado no Flamengo, mas nada deve ser resolvido por enquanto. 


O Botafogo tem reunião marcada com o pai do volante Willian Arão para tratar da renovação de contrato do jogador. O encontro deve acontecer nesta quarta-feira ou na quinta. O jogador tem contrato com o Glorioso somente até o fim de novembro deste ano, mas o clube está disposto a estender este vínculo até o fim de 2017. A situação, porém, não é nada fácil e depende de um acordo.

O Alvinegro confia numa cláusula contratual para renovar automaticamente o vínculo do atleta. O Botafogo teria de pagar cerca de R$ 1 milhão para isso. Há quem diga, porém, que esta cláusula não tem validade, já que infringiria a nova regulamentação da Fifa. 

A primeira proposta de renovação e aumento salarial do Botafogo não agradou ao jogador. Atualmente, Arão recebe cerca de R$ 40 mil. Agora, o clube está disposto a pagar R$ 60 mil de salário em 2016 e R$ 80 mil em 2017. A nova rodada de negociações será conduzida pelo gerente de futebol do clube, Antônio Lopes. 

Arão chegou ao Botafogo no início deste ano e foi um dos destaques do Campeonato Carioca. Pelo bem futebol e com um contrato curto, ele chamou atenção rapidamente. Recentemente, especulou-se que o Cruzeiro estaria interessado na contratação do cabeça de área. A torcida alvinegra chegou a ficar irritada com a situação e criticou o jogador nas redes sociais. O nome de Arão também foi ventilado no Flamengo, mas nada deve ser resolvido por enquanto.