Em julho, mais tropeços, eliminação da Copa do Brasil e demissão de René. Jair Ventura assume como interino

Jair Ventura tem a leitura de jogo elogiada por algumas pessoas do clube alvinegro (Foto: Paulo Sergio/LANCEPRESS)

Felippe Rocha
13/08/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Sem Ricardo Gomes, a medida mais urgente do Botafogo é a seguinte: o treino deste sábado será fechado. Normalmente, a atividade pré-jogo tem apenas treinos de bola parada, mas a mudança no comando pode exigir também ajustes de última hora. Jair Ventura, que deve orientar a atividade, estará à frente da equipe no jogo contra o São Paulo, neste domingo.

Inclusive, há em General Severiano quem prefira efetivar o auxiliar e não reiniciar o trabalho do zero. A situação começará a ficar mais clara no fim da manhã, quando o presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira, concederá entrevista coletiva.

Auxiliar técnico permanente, Jair Ventura já tem quase dez anos de clube, com uma breve saída neste período. Já teve como superiores de Joel Santana a René Simões, e havia se tornado um dos homens de confiança do último treinador, Ricardo Gomes.