Carli treino do Botafogo

O zagueiro  Carli foi baixa por suspensão três vezes neste Brasileirão (Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo)

LANCE!
21/10/2017
06:30
Rio de Janeiro (RJ)

O G6 do Campeonato Brasileiro, que no momento é G7, é objetivo de todas as equipes. E o Botafogo está nele (G7). Apesar disso, o Glorioso também figura num grupo não muito desejado pelos clubes: o de mais faltosos da competição. Com 74 cartões, o Alvinegro é o sexto time que mais sofreu esta punição no Brasileirão.

Na frente dele, estão apenas Chapecoense (87), Vasco (85), Atlético-MG (81), Coritiba (78) e Santos (77).  O Botafogo, portanto, é um caso raro de time bem posicionado na tabela (7°, com 44 pontos), mas com muitos cartões, algo que geralmente caminha junto com equipes da parte de baixo da tabela. 

É claro que fazer faltas faz parte do jogo, mas diante de um elenco esvaziado, como o do Botafogo, perder jogadores por suspensão tem peso maior. Contra o Corinthians, na próxima segunda-feira, às 20h, no Nilton Santos, pela 30ª rodada, o Alvinegro não terá nenhum jogador fora por suspensão, mas terá sete pendurados, quase um time todo: Gatito Fernández, Jefferson, Igor Rabello, Marcos Vinicius, Rodrigo Lindoso, João Paulo e Emerson. 

O capitão Carli, por exemplo, já foi amarelado nove vezes na competição e foi baixa contra o Avaí, no turno e no returno, e contra o Atlético-GO. Coincidência ou não, o Glorioso tropeçou, com três empates, nos três jogos. Bruno Silva, com sete, e João Paulo e Igor Rabello, ambos cinco vezes, são os outros líderes do quesito no Botafogo.