Comemorações - Botafogo na Arena da Ilha do Governador

Arena da Ilha do Governador trouxe bons fluídos para o Botafogo na temporada (Foto: Montagem)

Felippe Rocha e Vinícius Britto
31/08/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O dia 31 de julho foi quando jogadores e torcida alvinegros se encontraram, na Arena Botafogo, pela última vez. Nesta quinta-feira, após o mês de agosto inteiro sem jogar na Ilha do Governador, a equipe encara o Cruzeiro para abrir a série de três jogos em casa. Depois do duelo de ida pela Copa do Brasil, o Glorioso encara o Grêmio, no próximo domingo, e o Fluminense, na quarta-feira, Dia da Independência, ambas pelo Campeonato Brasileiro.

– Para nós os jogos na Arena são fundamentais porque o torcedor está nos empurrando e comparecendo. Contamos com o apoio deles nesse jogo e na sequência que teremos em casa – pede o meia Camilo.

Embora tenham obtido recuperações recentemente, tanto a equipe alvinegra quanto a Raposa vivem a realidade da luta contra o rebaixamento, neste momento do Brasileirão. Por isso mesmo Camilo espera que a equipe consiga jogar bem e fazer jus ao fator casa na competição mata-mata.

- Será um jogo difícil. Nessa competição, é preciso ter cuidado não tomar gol em casa. Que possamos fazer um bom resultado e obter a vantagem. Temos que jogar de forma inteligente e concentrada, sabemos da qualidade do Cruzeiro. Não podemos dar espaço. Eles têm jogadores de qualidade no contra-ataque. Temos que ir muito concentrados para fazermos um bom resultado – analisa o meia e camisa 10 alvinegro, que estará em condições de jogo.

No treino desta quarta-feira, o técnico Jair Ventura vai indicar se poupa alguns titulares ou se mantém o que considera a força máxima para a primeira partida da eliminatória. Fato é que, com Renan Fonseca ou Carli, Sassá ou Canales, o fator casa e a força da torcida serão importantes. Até porque vitória dá confiança para nova vitória, seja qual for o campeonato.

Retrospecto do Botafogo na Ilha do Governador até então:

Flamengo
Depois de estar perdendo por 3 a 1 no clássico de abertura contra o rival, o Glorioso mostrou força e foi buscar um empate heroico na Arena, com gols de Neilton e Salgueiro, com ambos saindo do banco de reservas na etapa final.

Bragantino

​Pela Copa do Brasil, Botafogo bateu o Bragantino por 1 a 0 e se classificou para as oitavas de final da competição. O gol da partida foi marcado por Vinícius Tanque, que, curiosamente, também saiu do banco de reservas para decidir.

Palmeiras

​Contra o líder, Alvinegro se impôs e conquistou uma vitória significativa por 3 a 1, com atuação de gala de Neilton, autor de dois gols. No final da partida na Ilha, Camilo fechou o placar, cobrando pênalti sofrido por Vinícius Tanque.