Família de Sassá assiste jogo do Botafogo em Volta Redonda

Família de Sassá assistiu a vitória do Botafogo no jogo do Raulino de Oliveira (Foto: Felippe Rocha)

Felippe Rocha e Vinícius Britto
17/06/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

A faixa indicada nesta matéria não é uma novidade. Sempre que possível, Luiz Roberto Alves vai aos jogos do Botafogo para apoiar o filho. E o herdeiro é Luiz Ricardo Alves que, sabe-se lá como, virou Sassá: artilheiro do time de General Severiano neste Brasileiro, com quatro gols até então. O atacante que brilhou na última quarta-feira, com três gols marcados contra o América-MG, mas que precisou do colo do pai recentemente.

– Essa faixa nada mais é do que pelo retorno dele aos gramados. Ele ficou seis meses fora por causa de uma lesão complicada. É para ele ter um retorno feliz – explica, ao LANCE!, Luiz Roberto, acompanhado de Roberta e Renata, irmãs do goleador alvinegro no ano.

Sassá ainda não joga uma partida inteira, mas entrou em campo pela décima vez na temporada contra o América-MG, na última quarta-feira. Foi decisivo. Antes disso, o sofrimento foi por conta dos seis meses parado.

Em 2015, vivia ótima fase - terminou como artilheiro do time no ano - quando sofreu ruptura do ligamento cruzado e lesão no ligamento cruzado do menisco do joelho esquerdo. Os ventos, agora, parecem soprar em favor do atleta.

– Minha família é o mais importante. No momento que eu mais precisei, eles estiveram do meu lado. Só faltaram minha esposa e meu filho, mas no próximo jogo em casa, tenho certeza de que eles poderão estar – acredita Sassá.

O jogo que tirou o Alvinegro da lanterna da competição foi o segundo consecutivo em que Sassá balançou a rede. Mas o discurso de que “cada jogo é importante”, que ele sempre prega, parece ter aprendido com o pai.

– Conversei pelo telefone, antes do jogo, como sempre conversamos muito. Cada jogo é importante para o sucesso dele e do Botafogo – diz o orgulhoso Luiz Roberto, vendo seu filho retomando o protagonismo dentro de campo.

Elogios do comandante e de companheiros do clube
Artilheiro e com moral dentro do clube. Sassá vive agora o seu melhor momento na atual temporada. E tem sido elogiado por todos dentro do clube. O técnico Ricardo Gomes foi um dos que destacou a exibição  do centroavante após os três gols contra o América-MG:

– Entrou muito bem no nosso último jogo, fez o gol merecia a titularidade. Muito feliz pelo recondicionamento, parabenizar todo o departamento médico, físico, porque o Sassá, com tempo reduzido de recuperação, voltou ao seu melhor – comemorou o técnico do Botafogo na quarta.

Na saída do Raulino de Oliveira, Leandrinho foi outro quem valorizou o oportunismo de Sassá, lembrando do quanto ele é querido no grupo:

– Sabíamos da importância do jogo, depois de praticamente uma derrota no domingo. Conseguimos o resultado depois administrarmos bem. E o Sassá é um cara muito querido no grupo, foi feliz... a gente sabe da capacidade do Sassá de fazer gols, importante para a gente – disse o meia.

Outro que brincou com o atacante foi o lateral Luis Ricardo. Na coletiva da última segunda-feira, ele destacou o carisma do centroavante:

- Ele, por si só, já é uma graça. Sassá dispensa comentários. Quando faz três gols, ninguém segura o pretinho (risos). Ficamos felizes pelo retorno dele. A parte médica, fisioterapia... Isso é fruto de um trabalho sério feito dentro do clube. Nosso papel é tentar levar a bola para ele e a qualidade dele vai sobressair - completou, destacando o amigo e agora artilheiro do Botafogo.